Artigos arquivados em " Abril, 2019"

Airbag em segunda-mão: um problema crescente

Airbags

Por alturas de Outubro de 2010, já confrontados com a reinante falta de liquidez dos privados (para dizê-lo de outra forma), nosso companheiro na Espanha Javier Costas avisava-nos do aumento do número de condutores que diante de um problema com o seu airbag, decidiam prescindir da sua reparação e circular com o airbag desligado. Era de deitar as mãos à cabeça e não era para menos.

Passaram mais de dois anos e a situação segue mais ou menos o mesmo descaminho. Não propriamente, quem não podia substituir o seu airbag, deparou-se com a situação de ter que passar na Inspecção Periódica Obrigatória a veículos e como com o indicador do airbag aceso não passas a IPO, tinha que se arranjar uma saída.

Ler mais…

Ultrapassagem: uma manobra perigosa?

Ultrapassagem

O título deste post remete-nos para uma questão bastante pertinente. Será a ultrapassagem uma manobra perigosa? A resposta é simples de dar. Não! A manobra de ultrapassagem não é uma manobra perigosa, senão uma manobra que quando mal realizada se poderá enquadrar numa situação de perigo elevado.

A manobra de ultrapassagem consiste em passar de trás para a frente de um veículo que circule na nossa dianteira, utilizando a mesma via de trânsito. Até aqui, nada de novidades. No entanto, temos de saber que esta manobra é constituída por quatro fases, cada uma delas composta por procedimentos sequenciais. A saber; Observação, Advertência, Execução e Retorno. Se cada uma destas fases for executada com rigor, jamais esta manobra será referenciada como perigosa.

Ler mais…

Arrancar com a embraiagem pressionada, sim ou não?

embraiagem

Há algum tempo atrás, um leitor de Circula Seguro Espanha, mais precisamente o Alberto, entrou em contacto connosco para nos colocar uma eterna dúvida que é como a moda, retorna sempre. A questão é simples: arrancar com a embraiagem pressionada, sim ou não?

A resposta também é óbvia: Sim, se tivermos deixado uma mudança posta. Uma resposta um pouco mais elaborada: Sim, de modo a que se consiga evitar danos no motor de arranque e bateria.

Talvez a primeira coisa seja definir quais são os elementos que entram em jogo quando se inicia o motor de um carro, e a segunda é definir como é que a embraiagem atua no processo. Desta forma, tudo irá ficar suficientemente claro.

Ler mais…

As marcas rodoviárias: uma Guia no caminho

Marcas rodoviárias, guia

Uma das garantias da boa circulação rodoviária e interação entre os condutores, é a sinalização existente na via pública e devidamente regulamentada. Sabendo-se que a sinalização está hierarquizada, devem os condutores observar a sua valência e respeitá-la, evitando desta forma conflitos rodoviários entre os diversos intervenientes.

Acontece que, por negligência de quem de direito, muitas são as vezes em que a sinalização, seja ela qual for, não se encontra bem visível aos olhos dos condutores ou num estado de degradação tal, que não permite que os utentes da via a utilizem com a segurança e respeito desejados e exigíveis.

Hoje vamos analisar as marcas rodoviárias, popularmente apelidadas de “linhas pintadas na estrada“.

Ler mais…

A alergia e a sua influência na segurança rodoviária

Woman Sneezing

A alergia é uma hipersensibilidade a uma determinada substância que, se for inalada, ingerida ou tocada pode produzir sintomas característicos. Na primavera, o número de pólenes no ar e de pessoas com sintomas alérgicos aumenta de um modo bastante considerável. A comichão nos olhos, a congestão nasal, o lacrimejar, o incómodo da luz, os espirros constantes são os sintomas mais frequentes de alergias.

Estes sintomas são elementos fundamentais para prejudicar uma pessoa no ato da condução. Portanto, é importante recorrer a um médico para que se faça um tratamento adequado da mesma forma que se deve conhecer as incompatibilidades que podem existir caso se decida utilizar o carro.

Ler mais…

Moto e Automóvel, uma carta de condução apenas

examen moto

Existem dois tipos de veículo: um de equilíbrio – velocípedes, ciclomotores e motociclos – de duas rodas e os de perícia – triciclos, quadriciclos e automóveis – com três ou mais rodas.

Quando alguém se inscreve numa escola de condução para adquirir um titulo que o habilite a conduzir um determinado tipo de veículo, procura obter uma formação especifica capaz de o prover de saber-fazer, de modo a que possa ir para o meio rodoviário interagir com segurança com os outros utentes, sejam eles condutores ou peões.

Acontece que a última atualização ao regulamento “Habilitação legal para conduzir” do Código da estrada, introduziu uma alteração, no mínimo, contestável.

Ler mais…

A amaxofobia tem cura

Amaxofobia ou medo irracional de conduzir

Quando ouvi pela primeira vez a palavra eu também disse que “amax…o quê?”. Agora eu sei que “amaxofobia” é um termo composto por amaxos, que significa “carruagem” e fobia, uma palavra que todos nós sabemos o que quer dizer. As pessoas afetadas pela amaxofobia sentem um medo irracional de conduzir.

Um amaxofóbico relata assim a sua experiência: “Eu tenho a minha carta de condução há vários anos, mas raramente conduzo. A ideia de ter de conduzir para algum lado deixa-me me em pânico. É mais forte do que eu. Por vezes, saía do carro a correr, e sentia que o problema estava a ficar cada vez mais grave “. Essa é a amaxofobia.

Ler mais…

Conseguirá o Ensino da Condução Automóvel formar bons condutores?

Aula de formação de condutores

Nas escolas de condução formam-se condutores ou fabricam-se agentes dominadores de viaturas motorizadas? Para que não haja qualquer dúvida, a abordagem deste post ao tema não tem nenhuma referência ao facto dos candidatos a condutores estarem ou a ser profissionalmente bem formados ou as escolas de condução a prestar um bom ou mau serviço.

A abordagem ao tema está diretamente associada ao facto de se tentar perceber se a Lei vigente permite, isso sim, que os formadores das escolas de condução desenvolvam um processo formativo capaz de preparar os futuros condutores para a realidade rodoviária ou apenas para a realização de dois exames, um teórico e muito limitado e um outro prático, a fim de obterem um titulo que os habilite a conduzir um veículo na via pública.

Ler mais…

Perante um congestionamento de trânsito, quem stressa mais, a mulher ou o homem?

Congestionamento de trânsito

Perante um congestionamento de trânsito, quem stressa mais, a mulher ou o homem? Um estudo realizado no Reino Unido pela empresa de navegação por satélite TomTom, demonstrou que as mulheres têm mais paciência ao volante. A dita investigação revela que os níveis de stress nos homens são sete vezes mais altos do que nas mulheres, quando se veem perante um congestionamento de trânsito motivado por imperativos na circulação. Vamos conhecer mais detalhes.

A referida empresa, com sede principal em Amesterdão, é especializada em proporcionar produtos de orientação e serviços de navegação para o automóvel, servindo condutores em mais de 40 países. Entre os seus produtos mais famosos, encontra-se o dispositivo de navegação TomTom HD Traffic, capaz de proporcionar atualizações em tempo real, a cada dois minutos, sobre as condições do trânsito nas estradas principais e secundárias mais usadas do país.

Ler mais…

Qual o lado da razão?

Radar de velocidade

Nem sempre a razão é aquela que desejamos ou simplesmente queremos constatar. Muitas são as vezes em que observamos determinadas ações e criticamos sem antes fazermos uma verdadeira avaliação da sua razão ou do seu alcance.

Quando a Guarda Nacional Republicana coloca nas estradas portuguesas operações de fiscalização em períodos festivos ou de férias, fá-lo no sentido de fiscalizar irregularidades rodoviárias que possam condicionar a segurança dos próprios infratores e dos demais utilizadores do meio rodoviário, mas também apoiar/ regular o fluxo de trânsito com vista a melhorar essa mesma fluidez e aumentar a segurança.

Ler mais…