Artigos arquivados em " Novembro, 2018"

Simplex na emissão e revalidação das cartas de condução automóvel

carta-de-conducao

Foi anunciado recentemente pelo Governo que está em marcha uma atualização nos trâmites de revalidação e emissão das cartas de condução, num processo associado ao simplex que tem vindo a ser aplicado para desburocratizar o sistema que rege esta matéria.

É um desenvolvimento que se deseja há muito tempo, uma vez que os serviços do IMT não conseguem um tempo de resposta útil às demandas dos utilizadores do serviço, por imposição do tema, conseguindo-se, desta feita, poupar tempo e dinheiro.

Ler mais…

Como superar o medo quando começa a conduzir

 

HWY (1969)

Enquanto algumas pessoas se sentem relaxadas durante a ação de conduzir e fazem-no sem qualquer medo, para outras  a sensação de se sentarem ao volante de um veículo provoca uma inquietude, uma ansiedade difícil de controlar e um medo irreversível.

Esse medo, ou até pânico, de conduzir é conhecido como amaxofobia, mesmo sem chegar até ao extremo desta fobia, muitas pessoas ficam nervosas no momento que vão conduzir, ou até só pelo facto de saberem que terão de o fazer. O Circula Seguro explica-lhe como pode atenuar os medos quando começa a conduzir. Ler mais…

Para quando uma legislação simplex para exames de condução automóvel?

exames de condução automóvel: centros públicos com morte anunciada?

Não é novidade para ninguém que em Portugal é possível efetuar o exame de condução automóvel ( e quando me refiro a automóvel, refiro-me a qualquer categoria) e de motociclo em centros de exames públicos – IMT – e em centro de exames privados – existem diferentes instituições.

Se existem diferenças entre ambos, é uma questão que qualquer um pode colocar, mas normalmente fá-lo no sentido de facilitação na avaliação final; existe um regulamento de avaliação e partimos sempre desse principio.

Ler mais…

A formação no ensino da condução de moto e os perigos associados durante o exame

A formação no ensino da condução de moto e os perigos associados durante o exame

Quando alguém se dirige a uma escola de condução no sentido de retirar informações sobre o que necessita para se inscrever numa acção de formação para obtenção da categoria de moto, já sabe que sejam quais forem as exigências, se vai inscrever; seja nessa ou noutra escola de condução. O “bichinho” da moto fala mais alto que qualquer outra razão.

Qualquer amante de motos sabe que, mais cedo ou mais tarde, ainda que por vezes queira resistir à tentação de se inscrever, pelas mais diversas razões, acaba por se deixar levar e adquire essa categoria que lhe irá permitir ter argumentos para avançar para a compra do veículo e usufruir de sensações únicas.

Ler mais…

A travagem e as distâncias de segurança

distancia-segurança

Antes de começar a ler este artigo peço-lhe que responda a questão: Qual a distância de segurança ideal quando circula a 100 km/h? E a resposta não é, “uma que garanta a segurança.” O desrespeito por estas distâncias, é muitas vezes causador de acidentes, originando congestionamentos, mortes, feridos graves e outros acidentes, no mesmo ou no sentido contrário. Quem nunca esteve na via rápida, no meio do transito? Ler mais…

Saiba como melhor se preparar para o seu exame de condução

Saiba como melhor se preparar para o seu exame de condução

Um exame de condução é a fase final do processo de aprendizagem e formação de quem pretende adquirir um título que o habilite a conduzir um veículo, seja ele de que categoria for. É sempre o ponto alto de todo o processo e pensar-se na palavra exame, provoca, de modo geral, um formigueiro na barriga.

Mas afinal, será o exame de condução uma prova tão difícil e complicada como a tradição do passa a palavra quer fazer parecer, ou é apenas um momento em que alguém vai avaliar os nossos conhecimentos teóricos e práticos e avalizar a nossa capacidade para enfrentarmos o meio rodoviário, sozinhos?

Ler mais…

Sugestões para reduzir as dificuldades de conduzir à noite

14438493890_9ddd2637e5_k

“De noite todos os gatos são pardos”, este ditado popular, que sugere que de noite todas as coisas parecem ter a mesma cor, que dificilmente se reconhecem as pessoas, ou que na escuridão tudo se confunde por causa da parca luminosidade,  também aplica-se à circulação rodoviária noturna.

Se, ao conduzir um veículo na via pública durante o dia, mesmo com as condições ideais de visibilidade, é preciso toda a atenção. No período noturno, com a natural redução de visibilidade, todos os nossos sentidos deverão estar mais despertos, focados na condução, na análise das condições de circulação e demais utentes da via pública. Ler mais…

Quando a travagem não é compatível com a distância de segurança

Velocidade e distãncia de segurança

A travagem de um veículo, seja ele qual for, está sempre diretamente associada à velocidade a que esse mesmo veículo circula e à distância de segurança que vai mantendo em relação ao veículo que o procede.

Quando circulamos em conjunto com outros veículos, devemos ter em consideração diversos fatores, sendo um deles a distãncia que mantemos relativamente ao veículo que nos precede, mas também a capacidade que o nosso veículo dispõe, em caso de haver necessidade, de efetuar uma travagem, seja ela de maior ou menor intensidade.

Ler mais…

Bicicletas e automóveis – facilitar a coabitação

Bicicletas e automóveis - será possível a coabitação?

Bicicletas e automóveis, como é a sua coabitação na estrada? A resposta vamos dár-lha neste post. Tratam-se de veículos que têm cada vez mais de saber coabitar, uma vez que a utilização de veículos de duas rodas movidos a pedais se tornou uma moda e uma forma de estar na vida.

As bicicletas são veículos mais vulneráveis. Pode dizer-se que as pernas dos condutores (ciclistas) são os pára-choques em caso de conflito entre partes. Se algo correr mal no meio rodoviário, serão sempre os condutores das bicicletas que irão sofrer com as consequências físicas. E esta realidade deve estar sempre presente.
Ler mais…