Perfil de António Ferreira

  • Nome:   António Ferreira
  • Site:   http://www.circulaseguro.com
  • Quem sou eu:   Uma seleção de artigos publicados em Circula Seguro Espanha.

Artigos por António Ferreira

O que é o EBA ou travagem de emergência autónoma?

EBA - travagem de emergência autónoma

EBA é uma sigla que em inglês significa Electronic Brake Assist, o que em português quer dizer Travagem de Emergência Autónoma. É o sistema de segurança activa mais avançado, combinado com o ABS, porque consegue reduzir sozinho a velocidade do automóvel, assim que detecta qualquer risco de colisão e sem necessitar de intervenção do condutor.

Este novo sistema de segurança inteligente, para além de ajudar o condutor a travar aumentando a eficácia do travão numa emergência, actua sem necessitar da intervenção do condutor no caso de uma colisão iminente. Isto é possível porque este sistema utiliza a tecnologia de radar, que identifica os principais objectos que apareçam no nosso caminho. Este sistema de segurança deverá ser obrigatório em todos os novos veículos da União Europeia a partir de 1 de Novembro de 2015.

Ler mais…

Como tratar de um insecto que se aloja dentro do carro

Insectos no carro

Não é de estranhar que nestas altura do ano, entre um pequeno curioso passageiro clandestino, dentro do carro. Falamos dos insectos no carro. Moscas, mosquitos, vespas são animais que estão sempre dispostos a percorrer uns quantos quilómetros na nossa companhia, e no final de contas corremos o risco de acabar a brigar e a dar estaladas para conseguir convence-los que é melhor voarem livremente fora do nosso veículo.

Não há duvidas, que as distrações são um dos muitos pontos fortes da sinistralidade rodoviária, pelo que, evitar situações de risco deveria ser a nossa prioridade quando estamos ao volante. Não podemos ignorar algo assim, pois alguns insectos, além de serem irritantes, podem resultar realmente em algo prejudicial, como é o caso da vespa quando se lembre de nos picas.

O que podemos fazer em casos como estes?

Ler mais…

O que é o ESP ou controlo eletrónico de estabilidade

ESP - controlo eletronico estabilidade

ESP, ESC, DSC, VDC, VSA e VSC são as siglas comerciais do controlo eletrónico de estabilidade, um dos avanços tecnológicos no que toca a matéria de segurança activa mais importante dos últimos tempos. A sua função é conseguir que o veículo se mantenha na trajectória marcada pelo conductor com o volante, reduzindo em boa quantidade os riscos derivados de um despiste.

O controlo de estabilidade compara a trajectória marcada pelo próprio conductor com a trajectória real do veículo, analisa também a velocidade de viragem das rodas e intervem actuando sobre elas para redireccionar o veículo. Normalmente esta actuação é produzida mediante a travagem selectiva das rodas, usando elementos comuns como por exemplo o ABS.

Ler mais…

Nunca deixe as crianças no carro ao sol

Crianças no carro ao sol

Diversas associações gritam ao céu pelas mortes de crianças ocorridas no interior dos carros estacionados quando os pais ou seus responsáveis os deixam sozinhos, acidentalmente ou por irresponsabilidade. A Cruz Vermelha Americana e a General Motors creem que nos últimos 8 anos morreram mais de 350 crianças assim nos EUA. Se não colocaríamos o nosso filho num micro-ondas, porque o colocamos num carro ao sol?

O corpo frágil das crianças pequenas aquecem mais rapidamente que o dos adultos (3 a 5 vezes mais), e podem atingir o estado de hipertermia, potencialmente mortal. Mesmo de janelas abertas, um carro pode converter-se num forno. Está provado que a temperatura no interior sobe mais rapidamente que no exterior devido ao “efeito de estufa” (para que se perceba).

Ler mais…

O que não se deve fazer na condução eficiente (1)

conducao-eficiente-dicas

Os condutores mais experientes têm os seus truques para poupar combustível fazendo condução eficiente, alguns não são válidos hoje em dia, e põem em risco a circulação. Uma coisa que tem que ficar clara desde JÁ, a condução eficiente tem que ser totalmente compatível com a condução segura.

No mundo anglo-saxónico a condução “a escudo” denomina-se “hypermilling”. Podem-se conseguir rendimentos altos conduzindo assim, porém sempre em segurança. A segurança está em primeiro lugar, a poupança em segundo.  Estes são alguns truques para poupar que estão contraindicados quer em relação à segurança, ou à eficiência por partir de um suposto erro:

Ler mais…

O que é o BLIS?

BLIS mercedes

BLIS é uma sigla que em inglês significa Blind Spot Information System, o que traduzindo para português pode ser Sistema de Identificação de Ângulos Mortos. Como outros sistemas, o BLIS pode ter várias designações conforme o fabricante. Utilizamos aqui o que a Volvo definiu para o seus sistema mas, por exemplo a Ford, utiliza a mesma nomenclatura juntando-lhe apenas a sua marca antes: Ford Blind Spot Information System. Este sistema vem solucionar um problema muito frequente dos nossos veículos, esse problema é o ângulo morto de todos os espelhos retrovisores.

O ângulo morto pressupõe que nalgum momento deixamos de ter visibilidade sobre outros automóveis ou motas que se encontrem nalgum sítio da traseira ou lateral do nosso carro. Se nesse momento em que perdemos essa visibilidade mudarmos de via, é muito provável que vamos embater no outro veículo que entretanto aparece ao nosso lado. É aqui que entra em jogo o BLIS.

Ler mais…

Como evoluiu a segurança dos automóveis em 40 anos (2)

citroen-c5

Depois da nossa pequena viagem no tempo, saltamos para o ano de 2005, quando surgiu a atualização do Citroen C5 , um automóvel generalista, disponível a partir de € 18.000. É um bom exemplo da “democratização” dos sistemas de segurança, pois não é o mesmo falar sobre as medidas que têm a classe S da Mercedes-Benz ou o progresso do Lexus LS , ambos bem acima do poder de compra da maioria dos cidadãos.

Em primeiro lugar, o C5 foi projectado com a consciencialização de segurança que não existia nos anos 60. Esta filosofia traduz-se nos elementos de segurança activa e passiva. Lembre-se a diferença: Os activos melhoram a segurança quando em marcha e os passivos quando ocorre um acidente. Hoje em dia, já não valorizamos todos os avanços que os carros modernos têm para nos proteger, apenas nos acostumamos a eles. Um automóvel que obtém menos de 3-4 estrelas na EuroNCAP parece-nos uma caixa de mortos, nada sabemos o que os astros nos reservam. O Citroën tem cinco estrelas.

Ler mais…

Como evoluiu a segurança dos automóveis em 40 anos (1)

clas1

Corriam os anos 60 e Espanha estava a recuperar, do seu modo, das consequências causadas pela Guerra Civil. Nos Estados Unidos, a indústria automóvel estava completamente consolidada e era muito forte. A empresa Barreiros distribuiu naquele país modelos emblemáticos de carros, como o Dodge Dart (conhecido como o Dodge Barreiros) e os SIMCA, que continuam presentes nas memórias dos nossos avós. Naquela época, no ano 1965, um tal de Ralph Nader publicou um livro intitulado “Inseguro a qualquer velocidade”.

Nessa publicação, o senhor Nader gritou contra a indústria automóvel uma vez que a sinistralidade apresentava-se muito alta e os fabricantes não levavam a sério este grave problema. Aproveito, então, para referir como um Dodge Dart é, há algum tempo atrás foi-me dada a possibilidade de entrar a bordo de um no Salão de Automóveis de Madrid e comparar com o que se espera de um carro seguro. Logo fiz a comparação com um carro equivalente da atualidade.

Ler mais…