Artigos na categoria Mobilidade Sustentável

Os condutores invisíveis que circulam nas estradas portuguesas

O carro invisível

As escolas de condução são instituições que se regem por um decreto-lei direcionado à sua atividade e que prevê um conjunto de regras e normas associadas à sua prestação de serviço.

Essa prestação, que visa o ensino da condução automóvel e que não passa apenas por ensinar alguém como se deve sentar e dominar a viatura, tem como linha de atuação a incrementação de valores.

Ler mais…

Veículos elétricos já são mais vantajosos agora?

cq5dam-web-1280-1280Mais caros, capazes de percorrer menores distâncias com uma única carga e tempos de carregamento mais prolongados: estes são os três principais calcanhares de Aquiles dos veículos elétricos que levam ainda muitas pessoas a deixá-los de fora das opções de compra. A verdade é que, nunca como agora, os automóveis movidos a eletricidade foram tão atrativos e bons como agora. As suas desvantagens estão a esfumar-se cada vez mais. Ler mais…

Bicicletas e automóveis – facilitar a coabitação

Bicicletas e automóveis - será possível a coabitação?

Bicicletas e automóveis, como é a sua coabitação na estrada? A resposta vamos dár-lha neste post. Tratam-se de veículos que têm cada vez mais de saber coabitar, uma vez que a utilização de veículos de duas rodas movidos a pedais se tornou uma moda e uma forma de estar na vida.

As bicicletas são veículos mais vulneráveis. Pode dizer-se que as pernas dos condutores (ciclistas) são os pára-choques em caso de conflito entre partes. Se algo correr mal no meio rodoviário, serão sempre os condutores das bicicletas que irão sofrer com as consequências físicas. E esta realidade deve estar sempre presente.
Ler mais…

Um estimulo à utilização da bicicleta nos meios urbanos

Um estímulo à utilização da bicicleta em meio urbano

A bicicleta é um meio de transporte capaz de promover a mobilidade entre dois pontos e ao mesmo tempo o desenvolvimento de actividade física ao seu utilizador. Para além disso, quantas mais forem os utilizadores da bicicleta que circulem nas ruas das aldeias, vilas e cidades, menores serão os automóveis.

Se assim é, então estaremos na presença de uma nova oportunidade para o meio ambiente, uma vez que a diminuição de CO2 diminuirá abruptamente. Deste modo, não apenas a bicicleta conseguirá ser um artefacto demais importante para a saúde de quem a utiliza, como a melhoria do meio ambiente a isso vai ajudar, com um aumento na qualidade de vida de cada um.

Ler mais…

Sinalização desigual entre países da União Europeia

Sinalização desigual entre países da União Europeia

A formação da União Europeia deveria crer uma unificação e igualdade de regras, neste caso, de regras relativas ao meio rodoviário, capazes de proporcionar, essencialmente aos habitantes europeus, uma maior facilidade de conhecimento das normas.

No entanto, esta União Europeia só o é em questões de interesse individual, para alguns membros ou representantes dos mesmos. E no que diz respeito a normas de prevenção e segurança rodoviária, a União Europeia toca uma sinfonia em diversos tons.

Ler mais…

Acções concertadas em prol da mobilidade rodoviária

Ações concertadas em prol da mobilidade rodoviária

Por vezes, cada vez mais vezes, as alterações climáticas em conflito com as obras de arte, provocam ocorrências de colapso em estructuras que servem o meio rodoviário, condicionando-o.

Tal deve-se, por vezes, ao facto de essas mesmas obras de arte terem uma idade avançada e não estarem sujeitas a manutenção adequada ou atempada, capaz de degolar todas as incidências advinda e que intervenham com a mobilidade rodoviária e sua fluidez, para as quais foram edificadas.

Ler mais…

Como evitar o desgaste prematuro dos travões

25700642891_4dd59e101e_k

Sabia que um em cada cinco carros que circulam nas estradas espanholas possuem os travões em mau estado? Esperamos que nenhum deles seja o seu, porque os travões são um elemento-chave na segurança e se não funcionar bem está arriscando a sua segurança e a dos outros utentes da estrada.
Quando os travões estão desgastadas um veículo circulando a 50 km/h percorre 29 metros até se imobilizar, quatro metros mais tarde, que se os tivesse em boas condições. Se a velocidade for de 90 km/h pára em 69 metros, 12 metros a mais que o normal, e se circular a 120 km/h, detêm-se em 110 metros, mais 20 metros… Esta diferença não é para ser tomada de ânimo leve. Ler mais…