Distância de segurança relativamente a determinado tipo de veículos

Distância de segurança em relação a determinado tipos de veículos

Nas cidades mais desenvolvidas e com fluxo de trânsito elevado, existem serviços de transporte público colectivo de passageiros ao serviço de todos aqueles que o quiserem utilizar para se deslocarem. A utilização desses veículos é benéfica para todos; trafego, ambiente e economia.

Acontece que muitas são as pessoas que não utilizam estes serviços e optam pela utilização do próprio veículo para se deslocarem, ainda que em curtos percursos. Até aqui, nada contra. No entanto, ainda que façam utilização dos seus próprios veículos, devem respeitar quem ao seu redor se movimenta.

Distância de segurança solicita-se

Os autocarros de transporte publico que circulam no interior das localidades têm de efectuar paragens regulares em trajectos curtos. Essa paragem é, por norma, sinalizada pelos condutores dos respectivos veículos com a devida antecedência.

Sabendo-se que essas paragens são uma realidade, pergunta-se qual a razão dos demais condutores não deixarem uma distância de segurança dos ditos autocarros? É que muitas e tantas são as vezes que se circula sem essa distância de segurança, o que faz com que aconteçam “toques” entre os veículos.

O mesmo acontece relativamente aos veículos de instrução, onde os demais condutores circulam sem distância de segurança adequada, impondo uma situação de stress aos candidatos a condutores. Se por alguma razão tiverem de travar subitamente, estão sujeitos ao acidente e a todas as consequências emocionais associadas.