Acompanhantes no veículo

acompanhantes

A segurança rodoviária é condicionada por uma série de fatores, geralmente damos atenção aos que estão relacionados com o comportamento dos condutores, com a dinâmica dos veículos, com o estado da via e com as condições atmosféricas, descurando geralmente quem levamos connosco, os acompanhantes no veículo.

No entanto se pensarmos no comportamento, ou características, dos passageiros que circulam connosco, vemos que existem imensas probabilidades de sermos distraídos por estes, desde a idade, o estado emocional em que se encontram, as conversas insistentes, o barulho provocado por estes ou em casos extremos as brigas, mesmo que sejam só verbais.

Caos a bordo

O fator mais comum provavelmente é o barulho, seja proveniente de conversas entre os passageiros, ou seja dos sistemas de entretenimento do veículo, o que interessa é o resultado final, o barulho acaba nos distraindo do trânsito e das condições onde circulamos.

O segundo fator que mais distúrbio causa geralmente são as crianças, as mais pequenas geralmente são muito ativas, balbuciando palavras indecifráveis e tentando atrair a nossa atenção, atirando os seus brinquedos, chuchas e demais objetos.

E mesmo quando finalmente sucumbem ao sono, ainda são uma fonte de distração quando o condutor viaja só com a criança, pois aí somos nós, que somos tentados a olhar regularmente para a criança a tentar perceber se estão bem.

As crianças maiores querem fazer o que não devem, querem circular com os vidros abertos, com os braços, ou cabeça, de fora do veículo, soltos dos seus cintos de segurança.

Em casos mais graves, mas felizmente menos comuns, são aqueles em que os passageiros passam mal, ou aqueles casos em que os desaguisados verbais ou até por vezes a violência física, comprometem a capacidade de conduzir de forma segura e eficiente.

Por isso, lembre-se que antes de iniciar uma viagem deve verificar que todas as condições ideais estão reunidas, não permita que os passageiros desviem a sua atenção e coloque as crianças corretamente no banco de trás, com cinto de segurança ou o dispositivo de retenção adequado para a idade. Boa viagem.

Foto | Steve Spinks