Sabe baixar a temperatura no interior do carro?

10903711914_735b5188fd_b

A temperatura do interior do habitáculo de um veículo influencia em muito a capacidade de conduzir. O corpo humano tenta reagir ao excesso de temperatura, quando ultrapassa o limite a reação chama-se hipertermia, que é a elevação da temperatura do corpo e incapacidade deste reduzir a própria temperatura. Saiba como baixar a temperatura no interior do carro.

O aumento da temperatura pode ser causado tanto por elementos externos, como exposição prolongada ao sol, ou exposição em locais de grande temperatura como o interior de viaturas, nalguns casos também podem ser causados por reação do organismo, provocado por alguma doença.

Um condutor que está sujeito a uma situação de calor elevado pode desenvolver sintomas de fadiga, o que contribui para que possam ocorrer momentos de distração e as distrações ao volante são a principal causa de acidentes rodoviários.

Então qual a temperatura ideal para conduzir? Alguns especialistas recomendam que a temperatura no interior do veículo se posicione entre os 22° e 24° C, caso a temperatura exceda os 27°C a propensão para se envolver em acidentes aumenta em 11%, subindo esse risco em 22% se a temperatura atingir 32°C.

Como baixar a temperatura no interior do carro

Ao chegar à viatura e antes de iniciar a marcha, deixe o “carro respirar”, para isso abra todas as janelas, mesmo sem vento aparente uma parte do ar da sua viatura será misturada com o ar do ambiente, mais fresco.

Regule o ar condicionado para a temperatura mais baixa possível, aponte o fluxo de ar para o interior do habitáculo, especialmente para a zona inferior e ligue na potência máxima, caso o seu carro possua apenas ventilação proceda da mesma forma quanto à direção do ar.

Se a ventilação tiver a função de recirculação do ar, certifique-se que a mesma está desligada, pois caso contrário, estará a soprar sempre o mesmo ar… aquele que está quente e do qual pretende livrar-se! Após estas ações, conduza nos primeiros 2 ou 3 minutos com as janelas abertas, o movimento do carro e o ar condicionado, ajudarão a expulsar o ar mais quente, equilibrando a temperatura do interior com o exterior.

Caso o seu carro possua ar condicionado, após esses 2 a 3 minutos a circular de vidros abertos, ligue o ar condicionado e após mais 1 ou 2 minutos feche os vidros e disfrute do ar fresco. Agora pode ajustar a ventilação para um fluxo menos “violento”, acertar a temperatura e, eventualmente, ligar a função de recircular do ar para que o ar frio se mantenha no habitáculo.

Caso não possua ar condicionado, já não há muito mais a possa fazer para baixar a temperatura no interior do carro, regule a potência da ventilação e ajuste a abertura dos vidros para garantir que a temperatura não sobe demasiado e que a corrente de ar não é incomodativa, nem para o condutor, nem para os ocupantes.

Crianças no interior de viaturas

Os casos extremos mais noticiados na comunicação social são os que afetam bebés e crianças pequenas que ficam abandonadas à sua sorte em veículos onde a temperatura é muito elevada, o resultado desses esquecimentos por vezes é mortal. Nos dias mais quentes a temperatura de um carro exposto ao sol com os vidros fechados pode aumentar 10 °C em apenas cinco minutos.

Segundo dados da filial americana da Cruz Vermelha, morrem cerca de 40 crianças, por ano, devido às elevadas temperaturas após terem ficado esquecidas no interior de veículos em parques de estacionamentos exteriores.

O corpo dos bebés e das crianças pequenas aquece entre três a cinco vezes mais rapidamente que o dos adultos, devido à sua menor massa, podendo atingir o estado de hipertermia muito rapidamente, estado que é potencialmente mortal. Garanta as condições de circulação adequadas, a segurança a bordo também depende da qualidade de vida proporcionada dentro do habitáculo de cada veículo pelo condutor e ocupantes.

 

Foto | Sideways JDM