Ideias para entreter as crianças em viagens longas de carro

entreter crianças nas viagens longas

Se vai viajar com crianças, pense em como entretê-las nas viagens mais demoradas que fará. Há alguns divertimentos que podem tornar a viagem de automóvel um pouco mais tranquila e, por consequência, mais segura para quem tem o carro nas mãos.

Quem tem filhos, especialmente de mais tenra idade, sabe que, invariavelmente, numa viagem de maior distância, cedo é confrontado com a pergunta sacramental vinda dos bancos de trás: “Já chegámos?”. Outra variante é: “Ainda falta muito?”. E como todos sabemos, o problema é que estas perguntas têm depois a teimosa característica de aparecer mais vezes e em intervalos de tempo curtos, o que acaba por ser desgastante e irritante para quem está a conduzir que, fruto da situação e dos nervos, pode tomar alguma decisão mais precipitada ao volante, como querer ultrapassar onde e quando não deve, por exemplo, só para tentar apressar mais a viagem. Quando se viaja com crianças em viagens de algumas horas é, por isso, importante pensar em atividades de lazer e entretenimento para os mais pequenos, como forma do tempo passar mais depressa. Eis algumas ideias que podem ser do agrado:

 

DVD, tablets, telefones

A geração dos mais jovens é a geração dos jogos em tablets e smartphones. Se o seu filho não enjoar em viagens, previamente, instale algum jogo que se certificou que as crianças gostem para que possam jogar algum tempo. Certifique-se de que tem carga a 100% nesses dispositivos e/ou leva consigo powerbanks. Também se as crianças não tiverem problema de enjoos, um livro é sempre um bom companheiro de viagem.  Lápis de cor, marcadores, papel e livros para colorir são outras opções.

 

Era uma vez…

A ideia é criar uma história imaginativa que todas as pessoas que vão no carro participem, com personagens, situações, veículos ou paisagens que se vejam durante a viagem. Os adultos podem começar com “era uma vez um cavalo…”. O próximo jogador dá então continuidade à história, dizendo, por exemplo “que tinha um dono que tinha um vivia naquela casa além”.

 

Cores ou marcas dos carros

Pode lançar o desafio de quando alguém vir um veículo com determinadas características (cor verde ou amarela ou azul ou de uma determinada marca) digam. Vence quem encontrar mais automóveis da marca “x” ou da cor que se escolheu, por exemplo.

 

entreter crianças nas viagens longas

Bingo no carro

A ideia de atividade que lhe propomos implica que antes da viagem faça uns papéis, estilo bingo, em que nos vários quadradinhos, colocou vários objetos (que é de esperar que se encontrem numa viagem de carro), marcas de carros, sinais de trânsito, ou mesmo algarismos de dezenas ou pares de letras (que pode encontrar nas matrículas dos carros). Os papéis são distribuídos e à medida que as crianças forem encontrando os objetos dizem e riscam a folha. No caso das matrículas, um adulto pode ir dizendo números de matrículas para todos procurarem nos seus papéis. Quem fechar uma linha inteira ganha um brinde e quem fizer a folha cheia, ganha outra surpresa.

 

 

 

Música

Pode colocar CD’s ou MP3 de músicas ou canções que sejam da preferência das crianças para as manter alegres.

 

Onde vamos

Faça com que o seu filho seja uma espécie de “copiloto”. Imprima um mapa da viagem com as estradas por onde passará e diga às crianças para acompanharem a evolução da viagem e lhe dizerem qual a próximo povoação por onde irão passar.

 

Jogo do Stop

Um jogador diz mentalmente o abecedário. Outro jogador quando entender diz Stop. A letra onde o primeiro jogador ficou nessa altura é a letra escolhida. O objetivo depois é dizer nomes de frutos ou animais ou clubes de futebol ou futebolistas ou cantores ou séries de TV ou filmes (a lista das opções que se podem selecionar é interminável) que comecem por essa letra. Exemplo: “Animais que começam com a letra R. “Rato”, diz um jogador, outro diz “rinoceronte”, o seguinte “raia”, outro ainda “raposa” e por aí adiante.

 

Jogo de memória

A ideia deste jogo é que o jogador que se segue acrescente uma palavra e repita todas as anteriores. Por exemplo, alguém começa: “Eu tenho um gato cinzento”. O próximo prossegue: “Eu tenho um gato cinzento dorminhoco”. O seguinte: “Eu tenho um gato cinzento dorminhoco que ressona muito”. O próximo: “Eu tenho um gato cinzento dorminhoco que ressona muito que aos domingos conversa com um amigo que é cão”. O seguinte tem de continuar a puxar pela memória para reproduzir tudo o que ouviu anteriormente e continuar a acrescentar palavras ou informações à frase que vai-se tornando cada vez mais comprida. Perde quem for incapaz de repetir tudo. A ideia depois é alternar o jogador que começa o jogo para criar igualmente de oportunidades a todos.

 

Adivinhas

Pode sempre contar adivinhas para os mais pequenos tentarem adivinhar.

Além dos jogos, se transportar crianças deve levar consigo água e alguma comida ligeira, como sandes ou bolachas ou fruta para poderem petiscar. Boas viagens!