Sugestões para férias de verão com o seu carro

Duarte Suiça

Chegou o verão e com ele a vontade de irmos de férias para sairmos da rotina e descansar do stress do dia-a-dia, porém com a falta de recursos financeiros atual, a hipótese de fazer férias fora do país reduz-se, principalmente pelo custo que as passagens aéreas acarretam, por isso as férias de verão com o seu carro são uma hipótese.

Podem até ser consideradas férias “low cost“, pois são uma hipótese de ir de férias com custos mais baixos que o normal, podendo aproveitar a paisagem ao longo do trajecto, além da vantagem de poder levar consigo na viatura uma panóplia de artigos que podem ser necessários para umas boas férias, mas não leve mais do que realmente precisa.

Viajar de carro é liberdade

Viajar de carro também é sinónimo de liberdade, você pode planear sair de sua casa no horário que quiser, fazer paragens onde e quando desejar, além de ter a possibilidade de poder alterar o percurso se quiser, mas lembre-se que para alterar algo é necessário ter um ponto de partida e pesar os prós e contras, pelo que deverá planear sempre alguns pontos de repouso ao longo do percurso ou, no mínimo, definir tempos de condução máximos não muito longos.

Quando chega ao destino, o automóvel também lhe garante a agilidade para ir de um ponto turístico a outro, ou então para sair para jantar sem depender dos transportes públicos locais. Mas todas as vantagens e conforto requerem alguma atenção a pormenores.

A viatura

Se o carro é a sua escolha para meio de transporte nestas férias, verifique que está em condições de efetuar a distância que prevê sem nenhum percalço, por isso, leve-o a uma oficina de confiança antes da viagem, faça toda a manutenção necessária.

Mande verificar o bom estado geral do veículo, dando especial atenção ao motor, à suspensão, aos travões e naturalmente aos pneus, não esqueça de verificar também se o ar condicionado está a funcionar corretamente e o estado das escovas dos limpa para-brisas.

A documentação da viatura é algo que necessita confirmar que leva consigo, não se esqueça de confirmar que o seu seguro está válido e que a inspeção periódica da sua viatura está em dia, no mínimo, até ao dia do seu regresso de viagem, se bem que seja prudente dar uma margem nestas datas, por uma questão de segurança.

Naturalmente, não se esqueça da carta de condução e dos seus documentos pessoais e de confirmar que quem o acompanha também está munido com os seus, se viajar para um Estado-Membro da União Europeia, para a Islândia, para a Listenstaina, para a Noruega ou para a Suíça leve o cartão europeu de seguro de doença, se não o tem pode solicitá-lo aqui.

Planeamento do percurso

Utilize a internet para verificar os percursos que pretende efetuar, veja sugestões de alternativas, de pontos de paragem, reserve hotel, apartamento, quarto ou parque de campismo, antecipadamente. Leve mapas ou equipamentos com GPS, verifique se estão atualizados, assinale o caminho que pretende percorrer.

Preste atenção aos pontos de referência, principalmente nos locais em que vai passar de uma autoestrada para a outra. Um dos segredos para umas férias descansadas é não errar o caminho, mas se acontecer não se stress, lembre-se que “todos os caminhos vão dar a Roma”… se esse for o seu destino ainda melhor, caso não seja, procure uma alternativa para retomar o caminho certo.

Quando planear as suas férias, não esqueça de verificar se o local onde vai ficar hospedado tem uma vaga de garagem, ou parque de estacionamento para o seu carro, caso não tenha procure parques de estacionamentos nas proximidades, para que quando sair de casa já saiba onde vai deixar seu carro.

Paragens estratégicas

Planeie não viajar mais de duas horas seguidas. Pare nas áreas de repouso ou nas áreas de serviço e mexa-se um pouco, vá à casa de banho, hidrate-se, faça algo diferente de estar sentado, foi para isso que parou, para sair da rotina e desentorpecer os músculos.

Uma ideia para quando começa a ser chato estar sempre a parar em lugares formatados e esteticamente idênticos, como são as zonas acima indicadas, é optar por ir a pequenas cidades ou aldeias ao longo do percurso, mesmo que tenha que desviar um pouco, opte por tomar uma refeição mais reforçada nesses locais, geralmente são mais económicos que as opções nas autoestradas.

férias praia

Pergunte a amigos que conheçam a estrada, ou que já tenham feito esse percurso, se eles têm algum ponto de interesse para recomendar. Pesquise se há alguma atração especial, como um miradouro, uma praia agradável ou um jardim bonito no seu trajeto. Já agora porque a segurança nunca é demais, procure se informar sobre a segurança do local.

Viajar com crianças

Se acha que uma viagem é fabulosa para as crianças, provavelmente tem toda a razão, mas infelizmente o percurso até chegar ao destino nem sempre é tranquilo, pois não é realista achar que crianças pequenas vão conseguir ficar muito tempo sentadas e quietas.

Se parar em lugares que sejam relativamente divertidos, ou ter uma atividade que os divirta nesses momentos, a viagem em si será também uma atração, pois ficarão com a expetativa de saber como será o próximo local onde vão brincar e deixam de estar rabugentas durante o percurso até chegar ao destino.

Pode também planear efetuar o trajeto num horário em que a sua criança esteja normalmente a dormir, se é hábito ela dormir por muito tempo depois do almoço, por exemplo, pode começar a sua viagem de forma que rode um pouco, pare para almoçar e depois, então sim, andar uns bons quilómetros enquanto ela dorme o sono habitual.

Tenha em atenção o calor e a orientação do sol, arranje forma de evitar que incida de forma direta na criança. Mais um pormenor, se a sua criança estiver dormindo a poucos quilómetros do destino, tente não parar o carro, é muitíssimo provável que ela acorde.

Outra hipótese é viajar de madrugada, há quem opte por esta via enquanto as crianças ainda dormem profundamente, levam-nas para o carro ainda de pijama, colocam-nas nas cadeirinhas, asseguram-se que estão bem seguras e arrancam.

Apesar de garantir alguma tranquilidade durante a viagem, esta opção envolve alguns riscos, o principal é o de ser o condutor a ter problemas, pois o seu ciclo de sono também está alterado e o silêncio em conjunto com a fraca luminosidade podem deixá-lo sonolento.

Todas as viagens efetuadas de noite requerem cuidados redobrados, para além da visibilidade ficar reduzida, circular em estradas desconhecidas de noite é sempre mais problemático, por exemplo, a sinalização e indicações de direção são mais difíceis de ler, tornando mais stressante a viagem.

Viajar com bebés

Em viagens com bebés ou crianças de colo muito pequenas vá preparado para tudo, separe numa mochila com trocas de roupa, como sabe podem ser necessárias durante a viagem. Coloque uma roupa de reserva para si também, e já agora uma toalha.

Nunca se sabe o que pode acontecer, se se sentirem indispostos e houver um episódio de vómito, por exemplo, não será necessário revirar uma mala grande à procura de algo com o que limpar seu filho, ou a si.

Já agora, porque não colocar na mochila um protetor solar, repelente para mosquito e um lanchinho leve, uma boa sugestão é um boião de fruta para a criança, um pacote de bolachas ou alguma peça de fruta, para os adultos. Lembre-se ainda que, às vezes, a bolsa de fraldas que usa nos outros dias não é a mais adequada para acompanhar numa viagem.

férias mala

Se viajar com crianças que ainda usem fraldas leve um pano específico para troca de fralda, evita possíveis desastres nos estofos. Prefira colocar fraldas noturnas no bebê durante a viagem, para durarem mais tempo entre mudas.

Levar uma lâmpada de presença noturna também é uma boa ideia, no local onde ficarem hospedados serve para tranquilizar o bebé, pois é um ambiente desconhecido e evita que você ande aos pontapés com a mobília quando se levantar a meio da noite.

Extras essenciais

Água fresca, de preferência dentro de uma bolsa térmica com gelo, para beber, serve para os adultos e para as crianças. Leve também uma garrafa extra, fora da bolsa térmica, serve para emergências, como por exemplo limpar “mãozinhas” sujas, ou então para ajudar a limpar o para-brisas dos insetos. Lembre-se de encher quando parar em áreas de serviço.

Paninhos ou lenços humedecidos também ajudam, servem para limpar a boca e as mãos depois de um lanche, caso precise pode molhá-las com a água extra. Outro item essencial são sacos plásticos, servem para guardar restos de comida, roupas molhadas ou fraldas sujas, são sempre muito úteis em qualquer viagem.

Não esqueça, além da máquina fotográfica, do tablet ou do smartphone, precisa de cartões de memória ou rolos de filme (alguém ainda usa?), além das essenciais pilhas e imprescindíveis carregadores para esses gadget’s todos.

Preparação da viagem

Uma viagem de carro para ser segura precisa de um condutor atento e alerta, tenha uma boa noite de descanso antes da partida. Se optar por iniciar a viagem cedo, lembre-se de preparar tudo, no mínimo, com dois dias de antecedência para poder dormir descansadamente e o tempo adequado antes de viajar.

Comece a verdadeira preparação alguns dias antes de viajar. Vá juntando o que precisa levar à medida que se lembra, e colocando tudo num lugar só, de preferência perto das malas. Crie uma lista, imprima e vá dando baixa no que já tem, lembre-se de arranjar uma coluna para fazer uma segunda verificação quando coloca nas malas, mochilas ou bagageira do carro, pois estar descarregado é um descanso exceto se ficar em cima da mesa em casa.

Leve um livro que esteja a tentar ler há algum tempo, ou sobre algo que seja útil para si, que lhe permita evoluir seja a nível profissional ou pessoal, ou que seja simplesmente gratificante ler. Use as nossas sugestões para férias de verão com o seu carro e aproveite ao máximo as suas férias, que sejam memoráveis por bons motivos. Circula seguro.

Fotos | Duarte Paulo, Rob124, Bradley Gordon