Tempo de férias e mais viagens por autoestrada. Cuidados a ter!

viagens

As férias de verão levam as pessoas a efetuar um maior número de viagens. As autoestradas são vias muito usadas. São mais seguras, mas se se facilitar de nada serve essa teórica maior segurança proporcionada.

O trânsito nas autoestradas nesta altura do ano aumenta de modo considerável, fruto das viagens de e para férias. O facto de se tratarem de vias de comunicação mais seguras, leva a que, por vezes, os seus utilizadores baixem mais as guardas e facilitem nas regras de segurança que devem sempre adotar. E os sinistros acabam por ocorrer.

Eis algumas regras de ouro em termos de circulação em autoestrada.

Desde logo, tenha em atenção aos limites de velocidade na autoestrada.

Distância entre veículos

De seguida, deve manter a distância entre veículos para garantir uma margem de segurança numa travagem de emergência. A 120 km/h, velocidade máxima permitida neste tipo de artérias, os objetos aproximam-se com uma grande rapidez. Não facilite: a 120 km/h a distância de paragem (com o piso seco) é superior a 90 metros e cada segundo de reação corresponde a 33 metros. Em certos troços de autoestrada existem marcações no pavimento, no formato de setas amarelas, indicadoras da distância de segurança mínima de circulação entre veículos. Guie-se por elas.

Quando a paragem ou a situação de abrandamento coletivo na via for previsível, devido a congestionamento, o condutor deve realizar a desaceleração/travagem de forma suave e com a antecedência possível.

Ultrapassagens

Antes de efetuar uma ultrapassagem, deve verificar sempre o retrovisor do lado esquerdo, para garantir que pode avançar sem causar perigo para os outros utentes e para que os veículos que circulem mais à esquerda não tenham de efetuar travagens bruscas ou inesperadas perante uma hipotética intromissão do seu veículo. Sinalize a manobra, fazendo pisca atempadamente.

Não pratique um estilo de condução agressivo e seja paciente. Não tenha pressa em chegar. Não julgue que a autoestrada é um circuito de velocidade. Seja paciente. Se circular à margem das regras legais (e de bom senso) está em muito maior risco de sofrer um acidente e de provocar um sinistro. E quanto maior for a velocidade, mais graves (e até fatais) são os danos.

Não vire de repente o volante, pois pode perder o controlo do seu automóvel e capotar.

Embora a autoestrada possa convidar a uma maior descontração, deve jogar à defesa, estando atento ao que o circunda, pois pode sempre deparar-se com viaturas, cujos condutores decidem mudar de via e/ou de fila sem fazerem sinal (pisca).

Se se deparar com um veículo a circular na via do meio ou da esquerda sem que exista tráfego nas vias de trânsito da direita, deve manter a distância e aguardar que ele mude de via. Para o ultrapassar deverá usar a via à esquerda. É proibido ultrapassar pela direita. Apenas em situação de grande intensidade de tráfego e congestionamento, em que toda a extensão da faixa de rodagem fique ocupada, e em que a velocidade dos veículos dependa da marcha dos que os precedem, é legal circular com maior velocidade pela via de trânsito da direita.

Ao terminar uma ultrapassagem, não deverá voltar à via de trânsito da direita cedo demais. Só se deve retomar essa via da direita depois de uma ultrapassagem, quando já se vê o veículo ultrapassado pelo retrovisor interior.

Atenção que pode chover!

Apesar de estarmos no verão, isso não é impeditivo de que chova. Quando o piso está molhado e a visibilidade é reduzida para a frente por causa do “spray” de água que as rodas levantam e não é possível ver o carro da frente, ligue os médios e as luzes de nevoeiro da retaguarda. E aumente as distâncias de segurança.

Se estiver cansado, efetue uma paragem

Conduzir com cansaço

A fadiga reduz a capacidade cognitiva e psicomotora do indivíduo, provocando também uma diminuição da atenção. Numa situação de cansaço do condutor, é muito importante efetuar uma paragem para descansar.

Nesta situação, sair da autoestrada para dormir, mesmo que no interior do veículo numa estação de serviço, durante 30 minutos ou até menos tempo, pode ser suficiente para evitar uma condução forçada e insegura.

Parar em autoestrada é proibido

A paragem em autoestrada é proibida por lei e sancionada como uma contraordenação muito grave, tal como previsto no artigo 146º do Código da Estrada. Somente em cenários de congestionamento de tráfego ou por emergência, se pode parar e apenas em situações imperativas devidamente justificadas.

No caso de uma paragem com colisão na via em autoestrada, devem ligar-se imediatamente as luzes avisadoras de perigo e chamar a assistência o mais rapidamente. Se for possível, os veículos devem ser conduzidos para a berma para desimpedir a faixa de rodagem. Nesse caso extremo, a paragem de emergência na berma em autoestrada, deve ser sempre efetuada com extrema precaução, sinalizando a intenção de manobra com a devida antecedência, sempre tendo em consideração a distância em relação aos veículos que o procedem e a perceção destes relativamente às intenções do condutor que pretende realizá-la.