A prevaricação descarada de certas escolas de condução

A prevaricação descarada de certas escolas de condução

Escolas de condução há muitas, isso é sabido. No entanto, a lei que as rege é igual para todas. Mas apesar disso ser uma realidade, é certo e sabido que existem escolas de condução que prevaricam descaradamente aos olhos de quem quer ver.

Não apontando escolas de condução em particular, basta que circulemos por essas ruas de Portugal para vermos o que a foto representa. Existem escolas de condução a ministrarem aulas de motociclos a diversos alunos em simultâneo, quando a legislação vigente prevê que no período de uma lição apenas poderá ser ministrada lição a um instruendo.

O chamado “fazer render o peixe”

O que muitas escolas de condução fazem, apesar de não estar autorizado por lei, é ministrarem lições de condução a diversos alunos em simultâneo. O que se consegue com este comportamento, é uma péssima preparação de futuros condutores, ganhar diversas lições em tempo de uma lição apenas e fazer uma concorrência desleal com as escolas de condução respeitadoras.

O grande problema é que as instituições que deveriam olhar para estes comportamentos e fiscalizá-los não o fazem. Porquê? Pelas mais diversas razões, que passam pela falta de pessoal, de veículos, de uma formação adequada a directores de escolas de condução e, principalmente, a proprietários dessas mesmas escolas de condução.

Sabe-se que muitos desses donos de alvarás, que também são directores, coagem os seus instructores a procederem a este tipo de formação, sob pena de começar a surgir falta de trabalho, o que obrigaria a despedimentos.

Com a nova legislação prestes a entrar em vigor

Foto¦ Amílcar Ferreira