Os erros mais comuns ao viajar de carro

traffic city night

Todos os condutores, mesmo aqueles com mais experiência, já caíram alguma vez em algum dos erros mais comuns ao viajar de carro na estrada. Por isso, é importante recordar alguns deles, sobretudo agora que os ansiados dias de férias estão próximos:

  1. Não consultar o estado do trânsito. E, como consequência, encontrar mais engarrafamentos do que necessário. É certo que muitas vezes não se conseguem evitar, mas outras vezes sim. Por isso, é recomendável informar-se sobre como estão as estradas antes de sair e adaptar o trajeto caso seja necessário. Também pode ser útil ter uma aplicação no telemóvel que nos permita procurar alternativas durante a viagem.
  2. Não levar o carro à revisão antes de sair. Muitas das avarias que obrigam a chamar o reboque ou, pelo menos, a desviarmo-nos do caminho para visitar a oficina poderiam ter sido evitadas com uma correta manutenção do veículo.
  3. Querer fazer muito em pouco tempo. Por vezes, acontece que queremos aproveitar tão bem o tempo que programamos demasiadas atividades: no final, acabamos por passar demasiadas horas no carro, com o stress e o cansaço que isso acarreta.
  4. Centrar-se na meta e esquecer o caminho. Geralmente, no momento de escolher o itinerário, procuramos aquele que nos leve ao nosso destino de forma mais rápida. Por isso, centramo-nos nas autoestradas e vias rápidas e renunciamos à paisagem. Mas, se tiver tempo, pode procurar alguma estrada secundária, visto que são mais bonitas e escondem muitos lugares que podem visitar.
  5. Chamar a atenção dos ladrões. O computador portátil, a máquina fotográfica, o telemóvel de última geração… se os deixar demasiado visíveis serão um chamariz para os gatunos. Não custa nada colocar estes objetos na mala e poupar alguns desgostos.
  6. Passar muitas horas ao volante. Por muito que goste de conduzir, lembre-se que também o carro gosta de descansar. Nas suas férias, planeie o seu tempo para que não tenha que estar ao volante todos os dias ou, pelo menos, fazer poucos quilómetros.
  7. Ser demasiado rígido com o planeamento. Está de férias, não tem pressa… por isso, relaxe e deixe que cada imprevisto não seja um incómodo, mas uma aventura.