Os perigos de caminhar ao telemóvel

Os peões e o uso dos telemóveis

A legislação portuguesa é muito clara quanto ao uso do telemóvel quando nos encontramos ao volante de um veículo. A fiscalização funciona, maior parte da vezes, e penaliza os infractores com contra-ordenação grave. No entanto, relativamente ao uso desses aparelhos por parte dos peões, a fiscalização não existe.

É do conhecimento, de todos, os perigos que estão associados à utilização do telemóvel por parte de condutores; distração, abandono da atenção envolvente, perda de noção de posicionamento na via e localização, entre outras. Estas situações, que podem levar a consequências graves em caso de sinistro automóvel, não são tidas em consideração, muitas vezes, por esses mesmos condutores.

O peão e o telemóvel

Muitas são as pessoas, peões, que na sua actividade de jogging, laboral ou social utilizam o telemóvel enquanto se deslocam na via pública. Fazem-no na convicção de que tal não representa qualquer perigo para si próprios e para os condutores envolventes.

Acontece que esse comportamento representa um elevado risco para a segurança rodoviária, uma vez que enquanto se encontram a dialogar, seja em sistema de auricular, seja em sistema directo, a sua concentração para o meio envolvente diminuí exponencialmente.

Esta diminuição da atenção, leva a que os peões abordem a faixa de rodagem sem a necessária avaliação do tráfego envolvente, invadindo o espaço de circulação dos veículos de modo súbito, o que faz com que, muitas vezes, hajam atropelamentos com consequências gravosas.

Alegam os peões, enquanto peões, que os condutores deverão estar atentos aos comportamentos de quem circula a pé, no entanto esta não é a verdade. Ou pelo menos será uma meia verdade, uma vez que nenhum condutor poderá adivinhar que comportamento irá ter um peão que, distraído, circula a utilizar de modo continuado o telemóvel.

Para que a segurança dos peões e dos condutores esteja garantida, ou pelo menos melhorada, deverão os peões evitar a utilização do telemóvel quando utilizam a via pública para circularem. Se o fizerem, garantem a sua integridade física e melhor qualidade de circulação.

Foto¦ INMESOL