Regras da estrada para crianças e jovens

Regras de comportamento na estrada e passeios

Agora que mais um ano letivo começou está na altura de rever algumas regras que as crianças e jovens devem cumprir na via pública, quer estejam a andar a pé, de carro ou de autocarro.
Verifica-se todos anos acidentes que envolvem jovens sejam atropelamentos ou outros, é importante que as regras de segurança rodoviárias estejam bem esclarecidas e que sejam relembradas, porque mesmo que nada lhes aconteça em muitas situações provocam sustos a condutores e isso pode provocar acidentes.

Se estiver a pé:

– Deve usar roupas coloridas ou com cores vivas; pois assim os condutores conseguem ver mais facilmente e mais rapidamente os peões;
– Optar por vias com passeios, que tenham passadeiras ou passagens destinadas ao atravessamento de peões e com semáforos a regular o trânsito;
– Usar sempre o passeio ou as pistas destinadas a peões para andar a pé. Circular pelo lado de dentro do passeio, perto das entradas para os prédios e estabelecimentos de comércio.
– Se não existirem passeios, circular o mais próximo possível da berma, sempre de frente para os carros, ou seja no sentido oposto à circulação de veículos;
– Quando estiver em grupo, em passeios estreitos, bermas ou em estradas sem berma ou passeio, caminhar em fila indiana.

Se atravessar a estrada:

– Usar sempre as passadeiras e passagens (passadeiras aéreas ou passagens inferiores se disponíveis) destinadas para o efeito.
– Respeitar as indicações que são dadas pelos semáforos: parar se o sinal estiver vermelho e avançar com o sinal verde, verificando previamente se o pode fazer em segurança.
– Olhar para os dois lados antes de atravessar – primeiro para a esquerda, depois para a direita e novamente para a esquerda – para ver o trânsito que se aproxima e ser visto pelos condutores.
– Atravessar rápido, mas sem correr, tendo sempre em atenção se algum veículo se está a aproximar (mesmo que o sinal esteja verde para os peões).
– Se não houver passadeira ou passagens destinadas ao atravessamento de peões, deve verificar se consegue atravessar a estrada em máxima segurança. Quando tiver condições para o fazer, atravessa o mais rápido possível, na perpendicular à via.
– Evitar atravessar a passadeira (ou a estrada, se não existirem zonas específicas para os peões o fazerem) se tiver obstáculos à volta que dificultem a visão (ex.: veículos estacionados, arbustos, caixotes do lixo). Eles podem impedir a visibilidade total em relação ao que está à sua volta ou que sejas visto pelos condutores.

Se estiver de bicicleta:

– Usar sempre capacete, joelheiras e cotoveleiras.
– Se possível, circular nas vias específicas que existem para ciclistas – as ciclovias – ou opta por parques ou zonas sem trânsito. Deves circular nestas vias no mesmo sentido do que o sentido do trânsito (pela direita). Evitar circular na estrada; apenas se não tiver outra alternativa.
– Leve consigo um cadeado ou um sistema de bloqueio, para que possa deixar a sua bicicleta em segurança caso tenha que te ausentar.
– Não deve transportar pessoas na sua bicicleta: o quadro da bicicleta não é um assento para passageiros.
– Verificar com regularidade o estado da sua bicicleta: os travões devem estar sempre em boas condições.

Regras da estrada para crianças e jovens
Se estiver à boleia de alguém:

– No carro, colocar sempre cinto de segurança antes de iniciar a viagem, tanto nos bancos de trás como no banco dianteiro (mesmo quando vai fazer uma viagem pequena). A probabilidade de um acidente de trânsito ser mortal é duas vezes maior quando não se usa cinto de segurança.
– Relembrar as pessoas com quem está de colocarem cinto de segurança.
– Na moto, colocar sempre capacete antes de iniciar a viagem.
– Aconselhar quem vai conduzir a não exceder os limites de velocidade. Diz-lhe também para não usar o telemóvel enquanto conduz. Se o telemóvel tocar, diz-lhe para encostar o carro ou pergunta se quer que sejas tu a atender.
– Não aceitar boleia de um condutor que sabe se esteve a beber ou a consumir drogas (mesmo que ele/ela pareça estar bem).
– Quando sair do carro ou da moto, fá-lo sempre pelo lado do passeio (para evitares ser surpreendido/a por veículos que estejam a circular na estrada).

Se conduzir:

– Não consuma álcool, nem drogas. Qualquer quantidade de álcool ou drogas, mesmo que mínima, aumenta o risco de acidente.
– Se imaginar que vai beber, planear com antecedência formas alternativas de chegar a casa.
Por exemplo: usar transportes públicos ou táxi; pedir boleia a alguém que, no teu grupo de amigos, assuma a responsabilidade de não beber naquele dia; pedir aos teus pais ou a outro adulto em quem confies que te vá buscar; pernoitar na casa de algum amigo, em vez de conduzir até casa.
– Colocar sempre cinto de segurança antes de iniciares a viagem (mesmo para fazer pequenos percursos). A probabilidade de um acidente de trânsito ser mortal é duas vezes maior quando o condutor não usa cinto de segurança.
– Não usar o telemóvel para enviar ou responder a mensagens, nem para efetuar ou atender chamadas. A probabilidade de acidente quando se usa o telemóvel enquanto se conduz é quatro vezes maior!
– Respeitar os sinais e as regras de trânsito.
– Tem sempre em atenção os limites de velocidade: eles existem para serem respeitados.
– Manter uma distância de segurança em relação ao veículo da frente.
– Ajustar sempre a velocidade às condições atmosféricas e ao trânsito que se verifica no momento.
– Se se sentir cansado/a, com sono ou adoentado/a, não conduza. O risco de acidente é maior nas horas do dia em que as pessoas estão mais cansadas e menos atentas (de madrugada e de manhã cedo, por exemplo).
– Se fizer viagens longas, faz paragens de 15 minutos-30 minutos de duas em duas horas.
– Supervisionar com regularidade o estado do seu veículo.

Regras da estrada para jovens em motociclos

Se conduzir moto, também deve:

– Usar sempre capacete (mesmo quando faz viagens curtas). Deve ter também um capacete extra disponível, caso leve alguém consigo.
– Usar roupa reforçada ou feita de materiais resistentes nas zonas do corpo mais vulneráveis – ombros, cotovelos, costas, joelhos e tornozelos. Casacos fortes, calças resistentes, luvas e botas são peças essenciais.

Mais informação |  ANSR, Prevenção Rodoviária Portuguesa