Responsabilidade e segurança na condução

7798627854_a5594da70c_k

Ao iniciar a fase da nossa vida onde começamos a conduzir cada um de nós julga que terá determinados cuidados e que a nossa atuação será pautada por um comportamento que para cada um é o correto.
Porém, apesar de sermos instruídos nas aulas de condução para as nossas responsabilidades, esquecemos quais são os pilares principais da responsabilidade de um condutor.

A vantagem principal de ser um condutor com responsabilidade e segurança na condução é ser um indivíduo muito menos sujeito a ver-se envolvido em situações de trânsito críticas e em acidentes. Para isso é preciso saber quais as responsabilidades e deveres de um condutor responsável e seguro.

Responsabilidade do condutor

Um condutor é responsável pela sua segurança, mas também é responsável pela segurança dos seus passageiros e ainda pela segurança dos peões, dos condutores e dos outros veículos que circulam na via pública.
O condutor deve observar o trânsito com a máxima atenção, analisando as situações de trânsito e decidir o que vai fazer no momento seguinte, dando a conhecer aos outros as suas intenções, sendo o caso mais flagrante o de mudar de direção.

Para além de dever obedecer às regras e aos sinais de trânsito, deve respeitar os outros utentes da via e colaborar para que a circulação se efetue de forma mais segura para todos. Adotando comportamentos tolerantes e adequados ao contexto de cada situação de trânsito.

Comportamentos adequados

Para ser um condutor responsável saiba como agir perante os peões, adapte-se à sua presença, moderando a velocidade, redobrando a atenção e a concentração, fazendo-se notar de forma a avisá-los da sua presença e parar o veículo de forma segura, sempre que necessário. Seja consciente que dar tempo suficiente aos peões para reagirem e adaptarem-se às novas situações, em especial por parte dos que tem menos mobilidade ou de tenra idade.

O condutor perante a presença de motociclistas deve prever que possam usar de uma maior flexibilidade na circulação rodoviária, tenha um especial cuidado nas ultrapassagens, mantendo, no mínimo, a distância de segurança regulamentar. Esteja especialmente atento ao comportamento dos motociclistas nas intersecções, ultrapassagens e mudanças de direção, dê também uma maior distância de segurança quando circula atrás dos mesmos, pois em caso de queda do motociclista poderá atropela-lo.

Perante a presença de veículos longos tente prever com antecedência os seus movimentos de forma a facilitar as manobras destes veículos, facilite as entradas e as saídas de vias, perante estes veículos tenha especial cuidado nas ultrapassagens.

Um caso flagrante de falta de respeito é perante veículo de instrução de condução, os condutores que se cruzam com este veículos devem antecipar, prever e respeitar a falta de experiência de quem está a aprender a conduzir. Deve ser respeitado o direito à aprendizagem e ser tolerante perante a diferença de perícia no manuseamento do veículo, prevendo que possam ter movimentos mais lentos e inseguros, facilite a realização de manobras destes veículos.

Ao assumir estes e outros comportamentos, que se prendem com a tolerância, o respeito e a consideração, um condutor demonstra ser responsável, ao mesmo tempo que revela respeito para com os outros utentes da via e contribui para um ambiente rodoviário mais seguro.

Este texto consta do Manual do Ensino da Condução e supostamente na instrução, a sua aprendizagem de condução regeu-se por estes princípios e devem ter sido explanados pelo seu instrutor nas aulas, recorde-os hoje, serve para avivar a memória e aperfeiçoar comportamentos que melhoraram a segurança rodoviária.

Foto | José António Cartelle