Operação Natal nas estradas portuguesas

Operação Natal nas estradas portuguesas

Foram quase 4000 os agentes que a Guarda Nacional Republicana colocou nas estradas portuguesas entre os dias 23 e 28 de Dezembro de 2014, na habitual “Operação Natal”. Quase 4000 mil operacionais desta instituição de segurança e vigilância, para ajudar os automobilistas que se deslocam, nesta quadra festiva, para junto das suas famílias.

Os primeiros números surgiram na manhã do dia 25, com valores superiores aos do mesmo período do ano 2013. 4 mortos, 10 feridos com gravidade em 385 acidentes registados. Sabendo-se que esta “Operação Natal” apenas termina no próximo domingo, os valores serão mais elevados.

O que se faz e o que se deve fazer

De há alguns anos a esta parte, Portugal tem vindo a desenvolver operações de controlo rodoviário e acompanhamento dos condutores que por ocasiões festivas se deslocam em percursos de médio e longo curso. Pretende-se, com isso, melhorar a qualidade de trânsito e diminuir a sinistralidade rodoviária.

Acontece que, tal como na época de Natal de outros anos, a ajuda dos condutores é o factor mais importante ao bom desenvolvimento do tráfego rodoviário. Não basta nas estradas estarem perto de 4000 operacionais, é necessário que o comportamento dos condutores seja o adequado.

Deste modo, se se vai fazer à estrada, agora de regresso a casa, tenha o cuidado de sair mais cedo do seu ponto de partida, procurando um horário mais tranquilo e estradas com menos movimento. Respeite as regras de transito, a velocidade, a sinalização e manobras e, essencialmente, não consuma bebidas alcoólicas.

Depois desta quadra natalícia, vem a passagem de ano e novas deslocações. Faça boa viagem e, em caso de dúvida, pare o veículo e aconselhe-se junto de uma brigada de patrulhamento das estradas portuguesas.

Foto¦Primeiro Janeiro