Operação Páscoa, os valores

Sinistralidade Rodoviária Páscoa

Todos os anos, ao longo do ano, em diversas ocasiões, a Guarda Nacional Republicana e a Policia de Segurança Pública desenvolvem acções de controlo, fiscalização e proximidade junto dos condutores com vista a diminuir a taxa de sinistralidade rodoviária e suas consequências.

Se na época do Verão os fluxos de trânsito são maioritáriamente do interior para o litoral e do norte para o sul, na época do Natal e da Páscoa essa movimentação de massas processa-se das grandes cidades para os meios urbanos mais rurais.

A estratégia das forças de segurança

Na Operação Páscoa 2014 a Guarda Nacional Republicana colocou nas estradas portuguesas mais de 5 500 operacionais, mais propriamente 5 526 operacionais do norte ao sul do pais.  Foi durante três dias que estas forças de segurança desenvolveram acções de fiscalização e controlo, mas também de aconselhamento.

Dos 793 acidentes contabilizados apenas pela GNR, foram registados 195 feridos leves, 23 pessoas que apresentaram ferimentos graves, ou seja, que vão obrigar a uma permanência hospitalar superior a trinta dias e oito vitimas mortais. Desta Operação Páscoa 2014 há que enaltecer a diminuição dos valores, quando comparados com o ano de 2013.

Foto¦Paulo Alexandre Pedrosa