Esta matrícula digital avisa onde está o seu carro em caso de roubo

A matrícula digital já existe e faz parte de uma experiência piloto que está a decorrer na Califórnia. Há 300 em testes aplicadas em veículos (a maioria em ambulâncias, táxis ou autocarros) na cidade de Sacramento graças à iniciativa da empresa Reviver Auto.

Dá pelo nome de RPlate e tem por base um ecrã digital HD que mostra o número de identificação e ainda outras mensagens personalizadas.

Mas esta placa de matrícula digital não se limita apenas a identificar o veículo. É ainda possível saber a localização do mesmo, graças a uma opção da versão Pro. Um localizador interno é ativado em caso de roubo do veículo e emite um sinal diretamente para a polícia. Este localizador pode ser alugado por 8 dólares mensais (cerca de 7 euros) que se somam ao preço da matrícula, 799 dólares na versão Pro.

Mensagens de alerta

Para além de indicar a localização aos agentes da autoridades, a Rplate é também capaz de transmitir mensagens de alerta que indicam aos outros condutores que o carro está a ser roubado. Por outro lado, é possível programar mensagens personalizadas que podem ser vistas quando o veículo está desligado e estacionado. Durante a marcha, apenas será possível ver o número da matrícula.
Não obstante, este serviço de localização via GPS pode ser vulnerável no que diz respeito à privacidade. Neste sentido, a Reviver Auto oferece a possibilidade de desligar o serviço a qualquer momento, protegendo assim a localização. Desta forma, os servidores internos de dados estão protegidos com chaves codificadas de alta segurança para evitar que sejam pirateados.

Expansão pelos EUA… e pela Europa?

Os testes com estas placas de matrícula digitais estão a ter bons resultados na Califórnia e já foi anunciado um período idêntico de testes em Phoenix, no Arizona. A empresa prevê ainda comercializar as suas RPlate no Michigan, onde já é permitido circular com esta placas, assim como no Texas e na Flórida.
Avançadas, multifuncionais e resistentes (suportam qualquer condição climatérica), as matrículas digitais estão a ser uma experiência muito positiva nos EUA. De momento, não existem planos a curto e médio prazo para a sua implementação na Europa, onde vamos continuar a utilizar as que utilizamos até agora.

Fonte e foto: Reviver Auto