Como marcas e apps classificam os condutores

 

Com a panóplia de apps existentes, com a facilidade com que os utilizadores lhes dão acesso a informação sobre a sua própria localização geográfica e acesso a envio de dados para “melhoria da experiência” com os gadget’s, os criadores de aplicações estão a elaborar rankings da qualidade dos seus utilizadores.

As marcas de automóveis aparentemente também servem para saber quem conduz e quem não o faz. Os outros condutores tem expetativas consoante a marca do carro que conduz. Outros serviços associados, como por exemplo seguros, também tem interesse neste tipo de informações, pois interessa segurar um individuo que representa pouco risco e não um que represente um risco elevado. Saiba como marcas e apps classificam os condutores. Ler mais…

A importância da distância de segurança

distância

Manter uma distância de segurança correta em relação aos veículos que nos precedem é uma das normas básicas que devemos seguir caso queiramos conduzir de forma segura. Contudo, nem sempre é fácil estimar qual é essa distância. Ao longo deste artigo vamos recorrer à matemática e à física básica para estimar de forma aproximada qual é a distância de segurança mínima adequada em cada situação. Acompanha-nos?

Ler mais…

Cuidados a ter com as primeiras chuvas

O verão acabou e após a passagem do furacão Leslie as primeiras chuvas chegaram definitivamente a Portugal. Esta época é aquela em que estamos sempre com a esperança que o bom tempo se prolongue por mais uns dias. Até a chegada oficial do inverno esperamos que todos os dias sejam de sol. Pelo menos mais um dia… todos os dias!

Porém, como condutores, não devemos facilitar e estar preparados para a eventualidade de que chova. A probabilidade aumenta a cada dia que passa. Assim, o piso escorregadio exige que tenhamos cautela redobrada. Relembre alguns cuidados a ter com as primeiras chuvas. Ler mais…

Conduzir com vento: saiba fazê-lo com toda a segurança

Há cerca de uma semana Portugal foi assolado por ventos muito fortes que  acabaram por fazer muito estragos. Como se tratam fenómenos que são cada  vez mais comuns, nunca fica mal recordar alguns conselhos básicos acerca
da melhor forma de conduizr com condições meteorológicas adversas. Não  nos podemos esquecer que o furacão Leslie deixou o centro de Portugal de  “pantanas” e houve locais onde os ventos chegaram aos 176 km/h.
Ler mais…