Distância de segurança nas filas de trânsito

Distância de segurança em fila de trânsito

Temos abordado ao longo dos últimos três anos os mais diversos temas relacionados com a segurança rodoviária, entre eles o da distância de segurança, em diversas situações.

Mas como os nossas alertas nunca são demais, voltamos a frisar, o facto de, em diversas situações diárias, acontecerem por pressão rodoviária, pressão essa que condiciona a segurança geral.

Distância de segurança nas filas de trânsito

Nas grandes cidades, essencialmente, com o fluxo de trânsito elevado que se faz sentir, o stress dos condutores, a falta de paciência para circularem a baixa velocidade e incerteza da causa das enorme filas, fazem com que existam comportamentos de risco ao volante.

Deste modo, verifica-se que a distância de segurança que cada um toma é, em tantos casos, insuficiente, acabando por acontecerem acidentes que não condicionam apenas o trânsito, mas causam situações de conflito mais agravadas.

Qual o problema de não guardar uma adequada distância de segurança?

Um dos grandes problemas de não guardar uma adequada distância de segurança, é o facto de haver a probabilidade de surgir um conflito rodoviário – acidente – que poderá não ficar apenas pelos danos materiais, mas chegar aos danos físicos.

Outro dos problemas, diz respeito à questão de stress provocado entre o condutor que circula à frente sobre o que circula atrás. Não se sabendo que condutor circula no veículo dianteiro, a possibilidade do acidente, aumenta.

Depois existe a questão dos seguros e das cartas provisórias; as seguradoras agravam os prémios, o que pode fazer com que existam maiores dificuldades para os detentores das apólices e para condutores em situação de cartas provisórias, o facto de bater por trás, revela excesso de velocidade e contra-ordenação grave.

Se a um condutor encartado à menos de três anos lhe for aplicada mais do que uma contra-ordenação grave, esse condutor ser-lhe-á retirado o seu título de condução.

Assim, em situação de fila de trânsito, recomenda-se que os condutores aguardem uma distância de segurança capaz de evitar o acidente, assim como uma paciência redobrada.

Foto¦ Redchift