Novos testes da Euro NCAP cada vez mais exigentes

CS-testes EutoNcap

Neste últimos anos temos visto que praticamente todos os carros tinham 5 estrelas, mesmo categorias que até então não sabiam o que era estar no top em termos de segurança, tinham 5 estrelas, em grande parte era porque os sistemas de segurança ativa, como ESP, ESC, ABS, etc, eram tidos muito em conta, tendo um grande peso na classificação do organismo europeu de segurança rodoviária.

Mas agora a Euro NCAP tem também em conta muitos outros sistemas, se antes ter esses sistemas era um bónus, não sendo prejudicado se não tivesse, agora torna-se obrigatório para atingir o nível máximo, entre estes sistema estão os avisos de cinto de segurança nos bancos traseiros ou os sistemas de travagem de emergência para a cidade, entre outros.

Pelo poder de compra dos consumidores ter diminuído mas a exigência do consumidor europeu continuar a ser elevada, as marcas têm de ter estratégias engenhosas, o que levou muitas delas a deixar de ter de série muitos dos equipamentos de segurança passiva e ativa e reduzir muito a rigidez dos automóveis mas este último ponto fica para uma outra vez. Neste sentido a Euro NCAP achou que se deveria premiar estes sistemas que tanto benefício trazem para os automobilistas, neste sentido os últimos resultados foram deveras impressionantes.

CS - testes euroncap 2

Dos seis modelos que foram testados pelo organismo, apenas um o Volkswagem Van conseguiu a nota máxima de 5 estrelas. Aquilo que diferenciou este dos restantes foi precisamente o último parâmetro, que diz respeito às assistências de segurança, ou mais comummente chamados de “Safty Assistant”. Vejamos o Renault Mégane, que apenas atingiu as 3 estrelas, classificação apenas verificada antes do ano 2000, tem as pontuações de 83%, 78% e 60%, respetivamente à segurança dos ocupantes adultos, crianças e peões. Nestes mesmo parâmetros o VW não fica muito distante, contudo no último ponto de avaliação, relativo aos auxílios ao condutor, existe uma diferença entre os 73% do VW e os 48% do Mégane.

CS - Testes de Segurança 3
Se olharmos para os resultados de todos os testes, como pode ver e baixo, verifica-se que é precisamente no quarto ponto que os carros se distanciam, sendo os resultados mais fracos no Citroen C-Elysée e no Peugeot 301.

Ao ver isto parece-me que as marcas terão de fazer muito para que voltem a vangloriar-se com as 5 estrelas nos testes de segurança, à partida parece simples, basta instalar sistemas de auxílios ao condutor, mas isso irá comprometer em muito o posicionamento de muitas marcas, como por exemplo a Renault uma marca que sempre se posicionou num preço baixo para os seu modelos mas sempre com segurança máxima garantida, obviamente que a estrutura continua boa, basta observar os 3 primeiros pontos de avaliação, mas não podem dizer num anúncio que têm 3 estrelas mas que nos três primeiros pontos de avaliação foram os melhores, não me parece uma boa companha.

Não sei se estas regras serão boas, porque uma marca com a estrutura rígida no carro mais fraca pode obter bons resultados apenas instalando os melhores sistemas de segurança ativa e passiva e na hora do embate a estrutura é que conta. Penso que estas novas alteração não serão assim tão boas, ainda devem melhorar alguns pormenores.

CS- Crash testes