Travão de vácuo – a tecnologia que todos deviam ter

 

Travão de vácuo (4)

De nada serve ter um automóvel equipado com os melhores travões do mundo, se depois não existir aderência suficiente entre os pneus e o solo para fazer desacelerar o veículo. É aí que entra este travão a vácuo da Autoliv, cujo problema é… funcionar bem demais!

Travão de vácuo (5)

O travão de vácuo consiste numa placa situada na parte inferior do veículo, que em caso de emergência é projectada em direcção ao solo, criando uma enorme superfície de contacto e gerando um efeito de vácuo que a faz aderir ainda mais ao pavimento.

Travão de vácuo (1)

 

Na prática podemos dizer que é o equivalente a travar com os pés… mas onde os pés são esta gigantesca placa.

Com estes sistema a distância de travagem pode passar para quase metade da que se obtém num automóvel com os travões convencionais, mesmo em situações de pouca aderência (como estradas molhadas). Aliás, o problema é que este sistema funciona tão bem que, a velocidade mais elevadas (mais de 70Km/h) pode gerar forças G tão elevadas que poderiam causar ferimentos nas pessoas no interior do veículo. Mas entre pequenos ferimentos e morte por embater num obstáculo a grande velocidade eu escolho a primeira opção. Sim, é um sistema muito eficiente e que até pode provocar ferimentos, mas em contrapartida pode salvar vidas.

Travão de vácuo (2)

Veja este vídeo em baixo de como este sistema é eficaz, repare na diferença com e sem o travão de vácuo.