Cuidado com as crianças

11set

A odisseia do novo ano escolar inicia-se a partir de amanhã, dia 12 de setembro, a data é igual para todos os alunos. Sejam crianças do pré-escolar ou adolescentes do ensino secundário. Portanto, a quantidade de crianças, jovens e adolescentes nas estradas e a bordo dos veículos aumentará… e muito.

Por isso prepare-se para o impacto que esse aumento irá provocar na sua rotina diária. Tenha especial atenção aos mais novos pois a atenção é mais dispersa e menos consciente dos perigos que correm ao circular na via pública. Os mais jovens também provocam distrações, desviando a atenção do condutor para si. Saiba que cuidados deverá ter com as crianças.

Como será o ano letivo em 2018

O calendário escolar para o próximo ano letivo determina o início das aulas entre os dias 12 e 17 de setembro terminando a 14 de dezembro. Ficando definido que o 2.º período começa a 3 de janeiro e termina a 5 de abril. Para o último período, o 3º e mais curto de todos, a data indicada para o início é 23 de abril.

Já o fim do ano letivo irá variar consoante os anos de escolaridade em que se encontra o aluno. Nos casos dos alunos do 9.º, 11.º e 12.º anos serão os primeiros a acabar as aulas a 5 de junho. Mas os alunos do 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 10.º anos terminam a 14 de junho. Já os mais novos, que frequentam o pré-escolar e o 1.º ciclo, terminam a 21 de junho.

Cuidado com as crianças a bordo

Viajar de carro pode ser penoso para as crianças. Nas viagens longas já sabemos que deverá planear como ocupar os tempos livres dos mais pequenos a bordo do automóvel. Mas mesmo nas viagens curtas, de casa para a escola, requer paciência e criatividade aos pais.

Organize a primeira viagem do ano para a escola com antecedência. As crianças têm dificuldade em estar quietas durante muito tempo, mesmo que sejam só 15 minutos. Por isso não deixe nada para organizar quando já o(s) tiver a bordo. Faça uma lista do que que precisa de levar e arrume no carro antes de levar a criança para o carro. Mas lembre-se, todos devem ir à casa de banho antes de iniciar a viagem.

A prioridade deverá ser sempre a segurança do seu filho. Certifique-se de que a cadeira de retenção está bem colocada e fixa. Ajuste os cintos à medida da criança. Mas seja firme, não ceda aos pedidos dos mais pequenos para retirar os cintos durante a viagem. Lembre-se também que não deve deixá-los sozinhos dentro do carro quando faz uma paragem.

Sabia que uma colisão a 50 Km/h, para uma criança que não esteja devidamente protegida, equivale a uma queda de um terceiro andar? Como as crianças têm tendência a imitar os adultos, o seu exemplo é fundamental. Devemos reforçar, explicando, aos mais pequenos a importância dos sistemas de retenção em caso de acidente. Mas tenha presente que é proibido o transporte de crianças de idade inferior a 3 anos nos automóveis que não estejam equipados com cintos de segurança.

Facilitadores para as viagens com crianças

Quando a viagem de carro é feita durante dias de sol, é importante não esquecer uma rede, ou cortina, para proteger as crianças do sol. Em alternativa, opte por prender uma fralda de pano na janela. Evite que as crianças passem o tempo todo a perguntar “Já chegamos?”. Faça jogos simples que as deixem entretidas.

Ponha-os à procura de matrículas com determinados números, ou a fazer operações matemáticas com os números. Pode também tentar estimular o vocabulário, através de jogos de palavras com as letras das matrículas. Algumas gostam de ver filmes, ou desenhos animados. Mas se for esta a sua opção lembre-se de levar um carregador de isqueiro, ou garantir que os dispositivos estão devidamente carregados, senão o “drama” será ainda maior.

Há crianças que gostam de ler quando estão no carro, caso a sua goste, tenha alguns livros a bordo. Caso viaje com outro passageiro, para não distrair o condutor, pode pedir que este conte uma história à criança. A história pode envolver a criança, inspirando-a a integrar o que se vê pelas janelas. Alguém começa com uma frase e os outros vão prosseguindo a evolução da história.

Se o seu filho já for crescido, a viagem é uma excelente oportunidade para colocar a conversa em dia. Pergunte-lhe sobre a evolução da aprendizagem e sobre a convivência na escola. Varie os temas, saiba qual o destino de férias preferido, ou pergunte sobre os amigos. Depois existe “aquele jogo” preferido dos pais, o jogo do silêncio, ver quem aguenta mais tempo sem falar. Todos sabemos que não dura muito, mas enquanto dura é ouro!

Foto | Steven Depolo