Nova campanha alerta para perigo do telemóvel na condução

Acaba de ser lançada mais uma campanha a apelar para o não uso do telemóvel durante a condução. Conheça-a e siga o conselho.

Por muito que se apele para a não utilização do telemóvel ao volante, parece difícil de desenraizar este mau hábito. Daí que nunca é demais insistir nos alertas para os riscos para a insegurança rodoviária que representa misturar automóveis e telemóveis.

De resto, os acidentes relacionados com o uso indevido do telemóvel não param de crescer.

A Brisa lançou uma nova campanha de prevenção rodoviária, com o objetivo de sensibilizar os condutores, sobre o perigo da utilização do telemóvel em simultâneo com a condução.

A campanha tem o apoio institucional da ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária), do IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes) e da FMP (Federação Motociclismo Portugal).

Dados divulgados pela Brisa permitem salientar 5 grandes factos:

  • Aproximadamente 660.000 condutores utilizam o seu telemóvel enquanto conduzem;
  • O estudo realizado pelo The National Safety Council demonstrou que o uso do telemóvel ao volante é responsável por 1.6 milhões de acidentes por ano. Desse total, 390.000 acidentes são devido a trocas de mensagens de texto;
  • 24% dos condutores que utiliza o telemóvel enquanto conduz não tem receio de infringir a lei;
  • É seis vezes mais provável ocorrer um acidente devido à troca de mensagens de texto durante a condução do que conduzir embriagado;
  • Já em Portugal, 47% dos condutores admitem falar ao telemóvel enquanto conduzem, seja através do sistema mãos livres ou diretamente utilizando o telemóvel.

A campanha que tem como assinatura “Offline na condução, Online na vida”.

Veja aqui o vídeo: