Artigos na etiqueta acidentes

Como evitar acidentes provocados por erros alheios

2176283_b3aa1ee6ed_b

Sempre que circula na via pública mesmo estando atento à forma como conduz, cumprindo regras e obedecendo à sinalização existente, está sujeito a ver-se envolvidos num acidente provocado por terceiros.

A postura a adotar deverá evitar que isso aconteça, diminuindo as probabilidades que nos vermos envolvidos num acidente que não provocamos.
Ler mais…

Resolva acidentes sem gravidade de forma rápida

484932511_3800d5f869_o

No dia-a-dia, especialmente quando circulamos constantemente em cidade, o risco de termos, ou sermos, envolvidos num acidente é elevado, pois o pára-arranca constante, a grande quantidade de cruzamentos e entroncamentos propicia uma enorme multiplicidade de momentos onde os acidentes podem ocorrer.

Neste artigo dizemos-lhe como proceder se estiver envolvido num acidente sem gravidade, em primeiro lugar certifique-se que não existem feridos, depois de confirmada essa realidade, passamos à parte material.
Ler mais…

Os perigos a que estamos expostos quando comemos durante a condução

Os perigos que ocorrem quando comemos enquanto conduzimos

Comer e conduzir ao mesmo tempo, não é, certamente, a melhor combinação para a segurança rodoviária. Quantas vezes já não aconteceu estarmos a conduzir e a comer uma sandes, porque estamos atrasados ou a degustar um gelado, porque lá fora faz calor?

Acontece que, enquanto conduzimos e comemos o que quer que seja, não damos conta dos diversos riscos a que estamos expostos; quais? Pense bem como seria se, enquanto come uma sandes, lhe surge um obstáculo súbito pela frente.

Ler mais…

Fim de semana negro nas estradas portuguesas

Fim de semana negro nas estradas portuguesas

O fim de semana dos dias 5 e 6 de Março de 2016 fica na história da sinistralidade rodoviária por ter sido um fim de semana negro nas estradas portuguesas. Com o registo de diversos acidentes rodoviários com consequências nefastas, são muitas as mortes que se assinalam.

Dos acidentes constam colisões frontais entre viaturas, onde mais uma vez se pode constactar a pouca preparação que os condutores, pelo menos alguns, têm para que lhes seja colocado um título de condução com o seu nome dentro da sua carteira.

Ler mais…

Um inicio de ano trágico nos valores e consequências da sinistralidade rodoviária

Um inicio de ano trágico nas estatísticas e consequências da sinistralidade rodoviária

A sinistralidade rodoviária é avaliada de forma continua ao longo do ano, durante todos os anos, desde, pelo menos, o ano de 2000. Assim, também este ano não escapa a essa avaliação dos valores da sinistralidade rodoviária. E os valores que se apresentam não são animadores.

É verdade, estou em crer, que todos desejamos que a taxa de sinistralidade rodoviária diminua a cada minuto que passa, para desse modo conseguirmos atingir valores cada vez mais próximos do zero. Mas, tal só será possível quando todos, num todo e todos individualmente assumirmos uma posição de compromisso, no sentido de alcançarmos esse objectivo.

Ler mais…

Distância de segurança relativamente a determinado tipo de veículos

Distância de segurança em relação a determinado tipos de veículos

Nas cidades mais desenvolvidas e com fluxo de trânsito elevado, existem serviços de transporte público colectivo de passageiros ao serviço de todos aqueles que o quiserem utilizar para se deslocarem. A utilização desses veículos é benéfica para todos; trafego, ambiente e economia.

Acontece que muitas são as pessoas que não utilizam estes serviços e optam pela utilização do próprio veículo para se deslocarem, ainda que em curtos percursos. Até aqui, nada contra. No entanto, ainda que façam utilização dos seus próprios veículos, devem respeitar quem ao seu redor se movimenta.

Ler mais…

sinistralidade rodoviária, os números em 2015

Os números da sinistralidade 2015

O ano está a chegar ao fim e com ele vem, inevitavelmente, a análise aos números da sinistralidade rodoviária em Portugal, suas causas e consequências. E apenas a quatro dias desse fim de ano de 2015, trago-vos aqui os valores obtidos pela ANSR até ao dia 20 de Dezembro.

É importante percebermos que todos somos responsáveis pelos valores que são aqui indicados. Podemos ou não estar incluídos neles, mas não deixamos todos nós, cada um à sua maneira de ter uma quota parte de responsabilidade. Afinal, quem nunca prevaricou?

Ler mais…