Artigos na etiqueta estatísticas

Balanço rodoviário de final de ano

Balanços rodoviários de final de ano

A cada final de ano civil, por hábito, cada um de nós, executa um balanço sobre o ano que está a terminar ou que já terminou, no sentido de perceber o que correu bem e o que correu menos bem.

Tal ação pretende que consigamos encontrar respostas para os acontecimentos nos quais estivemos envolvidos ou integrados, para que os possamos melhorar ou evitar no futuro. Ler mais…

Sinistralidade aumenta, números de mortos diminuí e numero de feridos é assustador

Sinistralidade aumenta, número de mortos diminuí e número de feridos ligeiros é preocupante

A sinistralidade rodoviária foi entrando na vida de cada um de nós de uma forma suave, no seu contexto, foi-se apoderando de cada um de nós, de uma forma muito subtil e tornou-se nossa íntima de uma forma totalmente descarada, ao ponto de não lhe darmos o valor que merece, nomeadamente na atenção aos números com que nos vai presenteando.

A sinistralidade rodoviária é um fenómeno ao qual não devemos abstrair a nossa atenção, mas sim redobra-la, para que ela, a sinistralidade, não nos abrace e faça fazer parte dos seus números terríveis.

Ler mais…

Um inicio de ano trágico nos valores e consequências da sinistralidade rodoviária

Um inicio de ano trágico nas estatísticas e consequências da sinistralidade rodoviária

A sinistralidade rodoviária é avaliada de forma continua ao longo do ano, durante todos os anos, desde, pelo menos, o ano de 2000. Assim, também este ano não escapa a essa avaliação dos valores da sinistralidade rodoviária. E os valores que se apresentam não são animadores.

É verdade, estou em crer, que todos desejamos que a taxa de sinistralidade rodoviária diminua a cada minuto que passa, para desse modo conseguirmos atingir valores cada vez mais próximos do zero. Mas, tal só será possível quando todos, num todo e todos individualmente assumirmos uma posição de compromisso, no sentido de alcançarmos esse objectivo.

Ler mais…

Sinistralidade rodoviária – o gráfico sempre a subir

O gráfico da sinistralidade rodoviária sempre a subir

Começou o novo ano de 2016 e com ele a sinistralidade rodoviária elevada. Mais uma vez não se deu conta do contador ter passado pelo zero, uma vez que só na noite de fim de ano foram registadas 7 vitimas mortais nas estradas portuguesas, somando um total de 14 mortos nas duas operações neste período de final de ano; Natal e fim de ano.

Sempre a aumentar, os números da sinistralidade rodoviária nas estradas portuguesas devem levar a que os responsáveis legislativos e a ministra responsável pela área da segurança rodoviária, a reflectirem no que foi efectuado nos últimos ano, legislado e realizado, afim de perceberem que existem alterações e introduções que são, de todo, inúteis.

Ler mais…

Contagem a zero na sinistralidade rodoviária será possível?

01Zero na contagem da sinistralidade rodoviária

1 de Janeiro de 2016, primeiro dia de mais um ano que se deseja de melhorias na contabilidade da sinistralidade rodoviária em Portugal, na Europa e no Mundo. Mais um inicio na contagem estatística do que vai acontecendo por essas estradas fora. Mais um ano em que se espera que se consigam fortes melhoras legislativas para o sector.

Mas a questão que se coloca é. A contagem zero na sinistralidade rodoviária será possível? A resposta parece-me, infelizmente, que é não! Ou seja, de zero, apenas, quando se coloca o contador lá, pois não permanece por aquela contagem durante muitos minutos.

Ler mais…

sinistralidade rodoviária, os números em 2015

Os números da sinistralidade 2015

O ano está a chegar ao fim e com ele vem, inevitavelmente, a análise aos números da sinistralidade rodoviária em Portugal, suas causas e consequências. E apenas a quatro dias desse fim de ano de 2015, trago-vos aqui os valores obtidos pela ANSR até ao dia 20 de Dezembro.

É importante percebermos que todos somos responsáveis pelos valores que são aqui indicados. Podemos ou não estar incluídos neles, mas não deixamos todos nós, cada um à sua maneira de ter uma quota parte de responsabilidade. Afinal, quem nunca prevaricou?

Ler mais…

A sinistralidade rodoviária e consequências sempre a subirem

A taxa de sinistralidade vai aumentando de ano para ano

Será pertinente colocar-se a questão sobre se a politica de prevenção e segurança rodoviária adoptada em Portugal será a mais correcta, adequada e capaz de levar a bom-porto o principio a que se propõe e propôs, nomeadamente a diminuição da sinistralidade rodoviária e suas nefastas consequências.

As alterações que se vão incrementando na legislação que rege não apenas a circulação rodoviária ou sua fiscalização, mas também o ensino de novos condutores por parte das escolas de condução e, agora, não só, vão ou pretende-se que sigam, na direcção de melhorias ao nível rodoviários. Acontece que os números mostram exactamente o contrário.

Ler mais…

2015 está a mostrar-se um ano demolidor e mortal

2015 está a mostrar-se demolidor e mortal

2015 está a ser um ano demolidor para as intensões das instituições portuguesas que “lutam” por uma melhoria nas estatísticas indicadoras da sinistralidade rodoviária em Portugal. Avaliando-se os números disponibilizados pela ANSR, verificamos que estamos em situação negativa.

Quando olhamos os dados disponibilizados, até então, para este ano de 2015, constactamos que as alterações ao Código da Estrada, mais recentes, não trouxeram benefícios imediatos à segurança rodoviária, muito pelo contrário.

Ler mais…