Artigos na etiqueta ficha de segurança

Entenda a Ficha Técnica do seu veículo – Dimensões

Ficha Técnica do seu veículo (12)

Toda ficha técnica possui as medidas das dimensões de um veículo. Largura, altura e comprimento são básicas e todos sabem disso. Além dessas, é muito comum uma ficha técnica informar a medida da distância entre eixos do veículo, essa medida é feita com o veículo visto lateralmente, onde é medida a distancia entre o centro das rodas dianteira e traseira, ou seja, os eixos. Basicamente é a distancia entre os eixos dianteiros e traseiro. Ler mais…

Entenda a Ficha Técnica do seu veículo – Direção

Ficha Técnica do seu veículo (10)

Sim eu sei que já está farto deste tema, mas prometo que este é o penúltimo subtema. Esta semana irei falar-lhe da direção, na próximo semana será o último artigo desta série sobre a ficha técnica do carro, onde falaremos das dimensões.

Os sistemas de direção de um veículo podem ser mecânicos, hidráulicos, elétricos ou eletro-hidráulicos. Com relação ao mecanismo existem dois tipos, pinhão/cremalheira e setor/sem-fim. Estes  dois sistemas podem ter auxílios ou não, quando possuem podem ser hidráulicos, elétricos e eletro-hidráulico.

Ler mais…

Entenda a Ficha Técnica do seu veículo – transmissão

Ficha Técnica do seu veículo (7)

Toda a ficha técnica que se preze contém as informações básicas sobre o sistema de transmissão dos veículos. O tipo de transmissão, o tipo de embraiagem e as relações de marcha são os dados principais.

Basicamente o sistema de transmissão de um veículo pode ser manual, semi-automático e automático. Estas três configurações atendem a diferentes tipos de consumidor, então cabe a você saber a qual se adequa ou ao seu bolso, que geralmente é o grande entrave.  Ler mais…

A importância da Ficha de Segurança do Veículo

carro acidentado

O principal entrave para as equipas de salvamento na hora de salvar um encarcerado é sem dúvida “a demasiada segurança do veículo”, com isto não quero dizer que os carros deveriam ser menos seguros, nem pensar nisso, mas o facto de serem muito seguros dificulta o trabalho dos bombeiros na hora de retirar a pessoa do carro, porque demoram a cortar os pilares e por vezes existem certos pilares do carro que têm outros perigos como por exemplo um airbag de cortina que ficou por explodir.

Se antes eram, em média, necessários 10 minutos para abrir um automóvel e retirar um ferido são agora muitos mais com os automóveis de última geração, uma vez que é necessário ter muita informação para poder fazer a desencarcerarão de forma segura: onde se encontram os componentes de alta tensão, as cargas dos airbags, que tipo de combustível utiliza a viatura, quais os melhores pontos de corte da carroceria, etc.

Ler mais…