Artigos na etiqueta Guarda Nacional Republicana

Exemplo é um comportamento que vem de cima e deve servir para promover boas posturas dos demais

Exemplo é um comportamento que vem de cima e deve servir de promoção de boas posturas aos demais

Exemplo é o que se pretende das autoridades, sejam quais elas forem, deste pequeno país que é Portugal. Esse exemplo de comportamentos, deve servir para a promoção de boas posturas e não para criar um sentimento de revolta e impunidade para os infractores, apenas por que ocupam lugares de fiscalização.

O que a foto representa é um abuso de poder promovido por quem conduzia a viatura da Polícia de Segurança Pública, não sendo no entanto representativa da classe. Assim se espera. No entanto, não sendo esta a primeira vez que se vê uma viatura de uma força de fiscalização em transgressão, deixa de haver um bom exemplo e uma moral para se alertar quem quer que esteja a prevaricar.

Ler mais…

“Operação Natal Tranquilo 2015”, os números registados.

Operação Natal Tranquilo 2915

À imagem com o que vem sido desenvolvido nos últimos anos e em ocasiões especiais, também este ano a Guarda Nacional Republicana – GNR, colocou no terreno mais uma operação de fiscalização, controlo e orientação rodoviária, cujo nome apelativo foi “Operação Natal Tranquilo 2015”.

Pretende-se, com este tipo de intervenções, que as deslocações de milhares de viaturas e pessoas se façam com grande segurança, diminuindo desta feita o número de acidentes rodoviários e as suas inerentes consequências, feridos leves, graves e as mortes associadas.

Ler mais…

GNR, uma força de elevada segurança

GNR, uma força de elevada segurança

A movimenta multidões e faz com que cada um que segue a sua Fé, seja ela qual for, se entregue com determinação, valor, vontade e grande atitude na conquista daquilo em que realmente acredita. Fazem-nos na certeza que o estão a fazer da melhor forma.

No dia de hoje e os que o antecederam, as estradas portuguesas, estiveram repletas de peregrinos, que se deslocaram para Fátima, em busca da sua Fé, e de operacionais da GNR em apoio, acompanhamento e aconselhamento a esses peregrinos.

Ler mais…

O bom exemplo, será sempre a melhor formação

O bom exemplo, será sempre o melhor remédio

O bom exemplo será sempre a melhor formação. E quem tem por responsabilidade prestar o bom exemplo, jamais se poderá esquecer disso mesmo, que é uma janela de observação para quem os rodeia, independentemente onde esteja.

A circulação rodoviária está legislada e regulamentada pelo código da estrada, código esse que determina que se proceda no meio rodoviário de modo a garantir a segurança e integridade física dos demais utilizadores do espaço público. Admite, ainda, que sejam penalizados os prevaricadores.

Ler mais…

Porque nos sentimos intimidados quando avistamos uma brigada da GNR-BT?

Porque nos sentimos intimidados quando avistamos uma brigada da GNR-BT?

Quando vamos para a estrada ao volante do nosso veículo, seja ele de que tipo for, fazemos-lo na busca de algum prazer, liberdade ou simplesmente obrigação de deslocação por motivos laborais ou outro tipo de compromissos.

Sabemos que por esses quilómetros fora, por menos que sejam aqueles que vamos percorrer, existe a possibilidade de virmos a encontrar brigadas da GNR-BT a fiscalizar o tráfego rodoviário ou simplesmente a vigiar e orientar em situações pontuais.

Ler mais…

Sinistralidade rodoviária – três meses de avaliação.

Sinistralidade rodoviária - três meses de avaliação

Sem estarem concluídos três meses completos de avaliação da sinistralidade rodoviária em Portugal, os números que podemos encontrar nos registos das forças de segurança PSP e GNR, são muito preocupantes e demostram que não se está a caminhar pelo trilho correcto, no que à prevenção diz respeito.

Acidentes rodoviários sempre haverão e será, de todo, utópico, pensar-se que um dia se chegará ao nulo. No entanto, devem sempre elaborar-se intenções e objectivos, com vista a diminuir esse valor, quando comparado com anos transactos. Seja na sua totalidade, seja na sua parcialidade.

Ler mais…

Uma operação “Stop” em via rápida

Uma operação Stop em via rápida

Portugal tem em vigor uma legislação que regulamenta o tráfego rodoviário, assim como contempla as sanções inerentes ao não respeito das mesmas. Essa legislação chama-se Código da Estrada e, apesar de possuir algumas incongruências, está, mais ou menos, explicito.

Sempre ouvi dizer que o exemplo é a melhor formação que se pode ministrar. E se realmente assim é, esse exemplo deve estar presente nas forças de segurança e fiscalização rodoviária que circulam pelas estradas portuguesas.

Ler mais…

Acidentes rodoviários afectam todos

Acidentes rodoviários

Os acidentes rodoviários não escolhem alvos. É transversal e, quando menos se espera, encontra-nos ao virar da esquina, a meio de uma curva, numa recta onde é, de todo, improvável que algo fora do comum possa suceder.

Quando saímos para a estrada, pensamos sempre que nada nos pode acontecer, mesmo quando pertencemos a forças de fiscalização rodoviária. É normal, afinal qualquer um de nós, civis ou militares, temos uma prepotência escondida sobre a nossa capacidade de conduzir e controlar os eventuais erros de condução alheios, nunca nossos.

Ler mais…

Penalização às transgressões, o que se deve mudar em Portugal

Penalização às transgreções, o que deve mudar em Portugal

A legislação portuguesa relacionada com a circulação rodoviária, o Código da Estrada, é um documento que está, em grande percentagem, bem elaborado. Haverão alguns pontos a adaptar ou modificar, mas grosso modo, não está mau e é exequível.

O grande problema da legislação penalizadora às regras do Código da Estrada, é que são muito pecuniárias e pouco ou nada sociais. Quem tem dinheiro vai pagando as transgressões que vai efectuando, vai recorrendo de sanções aplicadas e a morosidade da máquina fiscalizadora acaba por permitir que o prevaricador reincida nas transgressões.

Ler mais…

Operação “Ano Novo Seguro”

Operação Novo Ano Seguro

É inevitável neste inicio de ano não se abordar os números da sinistralidade registados pelas habituais operações de fiscalização rodoviária e apoio aos condutores que em tempo festivo de deslocam para zonas mais distantes do seu habitual local de residência.

Uma vez mais, depois da operação de Natal, a GNR colocou no terreno a operação “Ano Novo Seguro”, com vista a fiscalizar e a orientar os condutores que vão desenvolvendo quilómetros nesta fase festiva.

Ler mais…