Artigos na etiqueta Investigação na segurança rodoviária

Tempos antigos e tempos modernos nas estradas de Portugal

Tempos antigos e tempos modernos nas estradas de Portugal

Com o avançar dos ponteiros do relógio, os anos vão também caminhando no sentido de um futuro que se mostra cada vez mais surpreendente, tecnologicamente, imprevisível e demonstrador das capacidades humanas em criar soluções capazes de aumentar a segurança activa e passiva dos utilizadores da via pública.

Os automóveis vão sendo equipados, de série, com equipamentos e tecnologia de ponta, sempre em busca das melhores condições de segurança. Se nos tempos antigos essa segurança era descartada, pensando-se apenas em termos de velocidade, nos tempos modernos essa segurança é o ponto de partida para a construção de um veículo.

Ler mais…

Danos emocionais pós-acidente rodoviário (1)

Danos emocionais pós-acidente rodoviário

Anualmente o fenómeno sinistralidade rodoviária consome centenas de milhares de euros aos orçamentos de estado dos diversos países. No entanto, há países que gastam menos recursos financeiros com a sinistralidade rodoviária do que outros.

A formação, a boa formação, será sempre uma das melhores formas de combater esta maleita.  Já aqui abordamos a questão da formação adequada na idade certa. Nada ou pouco vale tentar formar quem já tem enraizado atitudes e comportamentos de risco.

Ler mais…

É urgente uma intervenção nacional de sensibilização rodoviária

É urgente uma acção de sensibilização rodoviária

Semanalmente a ANSR – Autoridade Nacional Segurança Rodoviária emite um  relatório relativo à sinistralidade rodoviária em Portugal, onde apresenta os valores relativos ao ano em avaliação, comparando-o com o mesmo período dos dois anos transactos. Nesses relatório semanal são apresentados os valores relativos ao número de acidentes, mortos, feridos graves e leves.

Estes valores apresentados semanalmente, normalmente, sofrem alterações, uma vez que a mortalidade é contabilizada, por orientação de diretriz europeia, a trinta dias, ou seja, se um dos feridos graves vier a morrer nos trinta dias após o acidente, será o seu valor passado do campo dos feridos graves para o campo dos mortos.

Ler mais…

Semana Mundial da Segurança Rodoviária (1)

Semana Mundial da segurança Rodoviária

Decorreu entre os dias 6 e 12 de Maio a Segunda Semana Mundial da Segurança Rodoviária da Nações Unidas.. Esta iniciativa incidiu sobre a segurança dos peões, nomeadamente sobre o que fazer de modo a aumentar a protecção destes, assim como contribuir para o objectivo da Década de Acção pela Segurança do Trânsito 2011-2020, salvar 5 milhões de vidas.

O desenvolvimento desta semana pretendeu contribuir para alertar para a segurança dos peões, gerar acções sobre medidas a desenvolver para aumentar a sua protecção e alcançar o valor dos 5 milhões de vidas salvas nessa década.

Ler mais…

Travessia das passagens de nível e a sinistralidade

passagem nivel

O meio rodoviário comporta diversos pontos de circulação que condicionam a segurança comum. Tal deve-se ao facto de no meio rodoviário circularem diversos tipos de utilizadores, uns mais vulneráveis que outros, com diversas dimensões e comportamentos. Acontece que, em determinados espaços,  as vias rodoviárias se cruzam com via ferroviárias, o que faz aumentar exponencialmente o risco de sinistro.

Algumas são as vezes, felizmente cada vez menos, em que sabemos de um caso de acidente envolvendo veículos, peões e comboios em espaço de passagem de nível.  Ficamos a pensar qual a verdadeira razão que fez acontecer o referido acidente, pois as passagens de nível que conhecemos, habitualmente, têm guardas de segurança.

Ler mais…