Artigos na etiqueta Sinistralidade Rodoviária

O que é um sistema de controlo de velocidade inteligente?

controlo de velocidade

Durante a primeira metade do século XX, à medida que os automóveis iam ganhando potência, foi crescendo também a preocupação de limitar a velocidade na circulação. Assim nasceram as primeiras regras, os sinais de trânsito e os controlos de velocidade com agentes de polícia e radares. Mas não só se encontram condutores que excedem os limites por gosto à velocidade, como também por descuido ou desconhecimento do limite real da via em que circulamos.

Ler mais…

Sinistralidade aumenta, números de mortos diminuí e numero de feridos é assustador

Sinistralidade aumenta, número de mortos diminuí e número de feridos ligeiros é preocupante

A sinistralidade rodoviária foi entrando na vida de cada um de nós de uma forma suave, no seu contexto, foi-se apoderando de cada um de nós, de uma forma muito subtil e tornou-se nossa íntima de uma forma totalmente descarada, ao ponto de não lhe darmos o valor que merece, nomeadamente na atenção aos números com que nos vai presenteando.

A sinistralidade rodoviária é um fenómeno ao qual não devemos abstrair a nossa atenção, mas sim redobra-la, para que ela, a sinistralidade, não nos abrace e faça fazer parte dos seus números terríveis.

Ler mais…

Destroços na via após sinistro rodoviário. Quem limpa?

Destroços na via após sinistro rodoviário. Quem limpa?

A todo o momento, em qual quer lugar do país, um acidente rodoviário está a acontecer ou prestes a surgir. Tal facto deve-se por que os condutores têm comportamentos de risco que os proporcionam. Às consequências estão expostos, não apenas quem os promove, como também quem circula nas suas imediações.

Acontece que, após um sinistro, daqueles que evidenciam maior violência, na via espalham-se inúmeros destroços e destroços das mais variadas espécies. A questão que se coloca nestes casos, é a das consequências que esses destroços promovem aos demais condutores que circulam nas imediações.

Ler mais…

A verdadeira razão para manter uma boa distância de segurança

distância de segurança

Muito se tem escrito e falado sobre distância de segurança. No entanto, continua-se a não respeitar as normas de segurança mais elementares, como por exemplo a velocidade e a distância de segurança em relação aos veículos que precedem.

Se é verdade que por vezes se torna difícil perceber se a distância de segurança que estamos a aguardar é a suficiente para se evitar um conflito rodoviário, nunca será demais que se deixe uma distância de segurança ainda maior, nessa mesma dúvida.

Ler mais…

Um inicio de ano trágico nos valores e consequências da sinistralidade rodoviária

Um inicio de ano trágico nas estatísticas e consequências da sinistralidade rodoviária

A sinistralidade rodoviária é avaliada de forma continua ao longo do ano, durante todos os anos, desde, pelo menos, o ano de 2000. Assim, também este ano não escapa a essa avaliação dos valores da sinistralidade rodoviária. E os valores que se apresentam não são animadores.

É verdade, estou em crer, que todos desejamos que a taxa de sinistralidade rodoviária diminua a cada minuto que passa, para desse modo conseguirmos atingir valores cada vez mais próximos do zero. Mas, tal só será possível quando todos, num todo e todos individualmente assumirmos uma posição de compromisso, no sentido de alcançarmos esse objectivo.

Ler mais…

Sinistralidade rodoviária – o gráfico sempre a subir

O gráfico da sinistralidade rodoviária sempre a subir

Começou o novo ano de 2016 e com ele a sinistralidade rodoviária elevada. Mais uma vez não se deu conta do contador ter passado pelo zero, uma vez que só na noite de fim de ano foram registadas 7 vitimas mortais nas estradas portuguesas, somando um total de 14 mortos nas duas operações neste período de final de ano; Natal e fim de ano.

Sempre a aumentar, os números da sinistralidade rodoviária nas estradas portuguesas devem levar a que os responsáveis legislativos e a ministra responsável pela área da segurança rodoviária, a reflectirem no que foi efectuado nos últimos ano, legislado e realizado, afim de perceberem que existem alterações e introduções que são, de todo, inúteis.

Ler mais…