A manutenção preventiva facilita a revisão do carro?

Draining_motor_oil
Provavelmente já ouviu falar de manutenção preventiva, mas afinal em que é que consiste este tipo de manutenção? A definição de manutenção preventiva consiste na monitorização de um determinado objeto estudado para evitar que ele apresente problemas de utilização para a qual foi criado ou se avarie precocemente e de forma não espectável.

A manutenção preventiva facilita a revisão preconizada do carro, uma vez que o proprietário vai estando atento ao desgaste mais visível do veículo, podendo substituir algum componente que seja imediatamente necessário. Não fazendo esta manutenção, corre o risco de chegar à oficina e ser necessário substituir mais peças do que as que está à espera.

Trata-se de uma ação planeada, realizada de forma sistemática, onde são levadas a cabo tarefas de prevenção de forma constante, devem envolver o que o fabricante preconiza como sendo o indicado para a viatura em causa.

Os programas de manutenção de cada viatura podem variar dentro do mesmo segmento de automóvel e até mesmo dentro de cada marca, cada qual tem o seu plano de intervenções previsto pelos fabricantes e deve ser realizado conforme indicado.

Pode ser complementado em determinados momentos por intervenções específicas para uma ida à inspeção periódica obrigatória ou pela necessidade de efetuar reparos a danos causados por acidentes ou incidentes, entre outros.

Além das recomendações dos fabricantes a manutenção preventiva pode e deve ser ajustada ao uso e ao histórico de reparações no veículo. As alterações podem ficar-se dever à forma de utilizar a viatura ou às características do local onde a viatura é usada, por exemplo, se o revelo da zona onde o veículo é usado for muito acidentado, com muitas subidas e descidas, o desgaste de travões e embraiagem será obrigatoriamente superior ao previsto pelo fabricante do automóvel.

Devido à desmontagem do equipamento para revisão, alguns componentes são substituídos antes do fim da sua vida útil, e componentes substituídos apresentam falhas prematuras ou falhas de montagem. Outra desvantagem deste sistema é o alto custo envolvido na revisão.

Que items devem estar incluídos na manutenção periódica?

Enquadram-se nessa categoria todos os consumíveis que a viatura necessita, desde as mudanças de óleo, de filtros, eventuais lubrificações periódicas, os calços de travão, as preparações para a inspeção. Deve também ter atenção a outros items que necessitam de uma atenção mais regular, como a pressão dos pneus, os níveis de água do limpa para-brisas.

Uma das principais dicas para saber o que deverá ser feito na manutenção de um veículo é ler e seguir o manual de instruções que o fabricante forneceu. Nele constam todas as verificações a realizar.

Listas de verificações

Para facilitar a tarefa do proprietário podemos dividir as tarefas mais comuns a realizar e a sua periodicidade, de qualquer forma confirme com o manual do seu veículo o que fabricante recomenda, quais os tempos de intervenção recomendados e caso sejam diferentes e faça conforme o que indicar, atualizando a lista.
O que deverá verificar semanalmente:
• Líquido de refrigeração
• Líquido limpa vidros
• Pressão de ar dos pneus
• Nível do óleo do motor
• Buzina

Lista de verificações mensais:
• Iluminação exterior e interior
• Fluido da direção e da caixa velocidades (quando o acesso é simples)
• Estado dos pneus (confirme a inexistência de desgastes anormais ou deformações, etc…)
• Equipamentos de segurança: triângulo, colete, macaco, pneu suplente (verificar estado e a pressão de ar)
• Escova limpa vidros

Anualmente verifique:
• Estado da bateria (poderá detetar precocemente problemas no alternador)
• Fusíveis e ligações elétricas (certifique-se que possui sempre um fusível suplente de cada amperagem)
Com um dia a dia cada vez mais atarefado, todos temos problemas de gestão de tempo. Enquadre a inspeção num dia fixo, por exemplo, faça sempre a verificação semanal à segunda-feira, a mensal quando recebe o vencimento e a anual na data de matrícula do carro, desta forma aproveita para fazer a revisão caso esteja na altura de ir à inspeção.

O que ganha com a manutenção preventiva

São diversas as vantagens de fazer uma manutenção preventiva, a maior delas é a nível de segurança, se troca os elementos antes de estarem desgastados ao ponto de não funcionarem ou de já não cumprirem a função para que foram desenhados, resumidamente:
• Reduz o envelhecimento e deterioração dos equipamentos;
• Melhora o estado técnico operacional do veículo;
• Permite atuar antes das intervenções corretivas que provocam danos colaterais de alto custo;
• Reduz os riscos de avaria e impossibilidade de uso dos veículos;
• Permite programar as intervenções e precaver-se para o seu custo estimado.

 

Foto |