Quadriciclos… estudo demonstra que são um perigo para os condutores

quadricilos - circula seguro

Quadriciclos, mais conhecidos como papa-reformas, porque em Portugal este tipo de veículos são conduzidos por reformados ou pessoas idosas, seja como for só conheço estes carros pela sua traseira porque, reconheçamos, em algum momento todos nós ficámos atrás de um deste a uma velocidade demasiado baixa para ser interessante conduzir. Apesar deestes carros apenas andarem a velocidades que dá vontade para contar os pontos das costuras do tablier do carro, eles atingem velocidades suficientemente altas para a EuroNcap ter feito testes de segurança e os resultados foram incrivelmente maus.

A EuroNcap descobriu nos seus testes falhas como um cinto de segurança que se rompeu e outro que foi arrancado do apoio onde deveria estar bem preso, basicamente eles descobriram que as marcas se estão à aproveitar do facto de na Europa não ser necessário testes de segurança, mais uma vez apercebemo-nos que se não fossem estes testes as marcas nem se preocupariam com a segurança dos seus consumidores.

Mas vamos a resultados em concreto. Passaram pelas mãos dos fanáticos pela segurança da EuroNcap quatro modelos de quadriciclos, o Cub Car vilager 2+2 LSV (um carrinho de golf), o Renault Twizi 80, o Tazzari zero e o Ligier Ixo J Line de quatro lugares, apesar de todos terem nomes de máquinas de lavar roupa todos são carro que não requerem carta de condução B, ou seja apenas é necessário a carta de condução de motociclos para conduzir este tipo de veículos, o que leva a questão de segurança para outros campos, mas isso fica para outra altura.

Renault Twizi - Circula Seguro

Apesar de todos estes veículos estarem legalizados para circular na via pública como um qualquer carro normal, as regras não são iguais para todos, porque se para os carros (leia-se categoria B) são sujeitos a testes muito rigorosos e devem cumprir regras estruturais muito exigentes para puderem ser “road legal” já estes quadriciclos não precisam de fazer qualquer teste de segurança, mesmo apesar de alguns destes veículos conseguirem alcançar os 100 km/h, que são considerados os quadriciclos pesados já os ligeiros estão limitados a 45 km/h.

Os testes foram feitos a velocidades de 50 km/h, um pouco abaixo dos testes para carros normais que é de 64 km/h, o organismo referiu que apesar de ter detetado graves falhas de segurança em todos os modelos, como os testes foram ligeiramente diferentes, como já referi, não pode-se atribuiu a estes quadriciclos uma pontuação com base no seu usual sistema de estrelas.

Quadricilos - Circula Seguro

Além dos resultados muito maus no campo das lesões para os bonecos de teste usados, também as estruturas de deformação e os sistemas de retenção apresentam falhas variadas.  No caso do Ligier IXO a fixação superior do cinto de segurança foi arrancada da estrutura, enquanto no Tazzari o cinto se rompeu mesmo e a EuroNcap referiu que neste caso a gravidade do impacto da cabeça com o volante indica uma lesão potencialmente fatal. Já a estrutura frontal do Club Car colapsou totalmente no impacto frontal. O único dos quatro com airbag, o Renault Twizzy, foi o que obteve melhores resultados nos testes, mas a sua estrutura e sistemas de retenção ainda resultavam em alguns indicadores de lesões potencialmente perigosos para os ocupantes, principalmente no choque lateral.

Assista ao vídeo oficial da EuroNcap que funciona também como um alerta para os organismos responsáveis pelas leis de segurança.

Se tem algum deste modelos e pretende ter informações detalhadas de algum em específico veja o site de Euro NCAP , se pretende comprar algum poupe um pouco mais de dinheiro tire a carta de categoria B e compre um carrinho usado que fica mais barato principalmente se tivermos em conta que a segurança não tem preço.