Quais as ferramentas que devemos levar no carro?

ferramentas para o carro

Antigamente, o porta – malas de um carro era mais parecido com um armário de um motor do que um espaço destinado a levar os pertences do(s) ocupante(s) do(s) veículo(s). Por exemplo, garrafas de óleo, garrafas com água e uma caixa de ferramentas pesada, viajam para cima e para baixo quase prevendo possíveis acidentes.

Hoje em dia, todos nós sabemos que os automóveis (ou melhor dizendo,os veículos) são pura electrónica. Assim, em última análise, a(s) melhor(es) ferramenta(s) para obter a resolução dos mais variados problemas consiste num computador portátil, um conector para o sistema de diagnóstico EOBD (European On Board Diagnosis) e o software adequado. Isto é, a maior parte dos problemas devem ser resolvidos pelos profissionais das oficinas (os mecânicos), tendo em conta o grau de confiança da mesma.

Porém, há algumas ferramentas para o carro, ou ferramentas básicas que qualquer condutor deveria levar no porta – malas do seu veículo.

Ferramentas para o carro

Em primeiro lugar, para mudar algumas lâmpadas do carro deve usar-se uma chave de fenda e chave de estrela. Existem chaves de cabeça intercambiáveis que contêm ambos os tipos. As chaves totalmente intercambiáveis só são uma boa opção, mas apenas se temos a certeza que não vamos perdê-las nos piores momentos.

Outro ponto-chave serão os alicates, que são úteis para aqueles trabalhos que nos obrigam a agarrar peças que não conseguimos alcançar com os dedos. Estes devem ter uma zona de corte, para que se possa cortar qualquer coisa que seja necessária.

Claro que, para cortar, a melhor coisa são as tesouras. É uma ferramenta muito simples que só pode ser apreciada quando a possuímos, no entanto, esta pode levar-nos a mais um problema.

E, se o que vamos fazer com os alicates é tirar uma porca, é aconselhável fazê-lo com uma chave inglesa para evitar a destruição da peça que tentamos soltar.

Igualmente simples é ter um rolo de fita adesiva, que será essencial para pequenos reparos de emergência, marcar pontos, ou para impermeabilizar algo momentaneamente…

Para lidar com todas essas ferramentas será conveniente usar umas boas luvas, que devem estar arrumadas no porta-malas. Protegemos, assim, a pele de manchas, e também escoriações e queimaduras que podem acontecer quando estamos em contacto com as partes, ou elementos, mais quentes do veículo.

lanterna é outra ferramenta que é importantíssima em qualquer carro. Se nós não a levarmos, corremos o risco de perder algo que possa cair no compartimento do motor, ou até mesmo sob o banco. O mesmo se aplica ao facto de termos de fazer uma reparação num local pouco ou nada iluminado.

Ferramentas para ir um pouco mais além

Chaves de fenda Torx. Em muitas ocasiões utiliza-se um tipo particular de rosca, chamado Torx. Isto porque nos componentes do painel de instrumentos para o motor de arranque, pode ser usado parafusos Torx. Para extraí-los, precisamos de uma chave de fenda adequada.

Chaves Allen. Da mesma forma como ocorre com os parafusos Torx, sucede-se o mesmo com os parafusos Allen. Sendo assim, é útil ter um conjunto de chaves deste tipo.

Chave de catraca. Útil para aceder aos elementos que se encontram ligeiramente escondidos, como é o caso dos parafusos que compõem a fixação da bateria, por exemplo.

Nesta lista de ferramentas recusamo-nos a incluir o martelo, que é frequentemente recomendado para soltar os parafusos que prendem as rodas.Se alguma vez sentir necessidade de usar algo mais do que a chave de origem que traz o nosso carro, mais vale pedir ajuda especializada. Pelo contrário, se nos entusiasmamos a martelar podemos acabar por romper algum vaso ou partir a cabeça do parafuso que pretendemos soltar.

Finalmente, dependendo do modelo do automóvel, iremos dispor de um lugar mais ou menos adequado para levar todos esses elementos essenciais. Se não for o caso, podemos adquirir uma caixa de plástico pequena para levar as nossas quatro, mas imprescindíveis, ferramentas. Sempre é melhor do que levar numa bolsa de supermercado.