O carro e a manutenção de inverno

Inverno1

O Inverno começou à meia dúzia de dias e é provável que o frio e a chuva se intensifiquem a curto prazo. Seja com a estrada molhada, com chuva ou com temperaturas mais baixas, o seu carro tem tendência para sofrer algum desgaste. Para não correr riscos desnecessários, tome nota das dicas do Circula Seguro para proteger e preparar o seu veículo para condições meteorológicas adversas.

Com a chegada do inverno, intensifica-se a chuva, o frio, e, em alguns casos, a neve, logo a condução em estrada é menos fiável e mais perigosa. É necessário investir algum tempo na manutenção e preparar o carro para esta estação do ano. Uma posição pró-ativa neste cenário pode ser a diferença entre ter ou não um acidente. Os problemas são para evitar e para que não aconteçam, convém verificar alguns detalhes muito importantes para quem conduz um automóvel em condições meteorológicas adversas.
Para que entre em 2018 com o pé direito e não tenha de se preocupar com a (falta de) visibilidade só quando começa a chover ou não tenha problemas com a bateria, quando no dia mais frio do ano precisar de ir pela manhã deixar os seus filhos à escola e o carro não pega, este artigo é para si. Preste muita atenção ao estado dos pneus, do sistema de ventilação e ar condicionado, às escovas limpa para brisas, e até aos amortecedores, muito importantes em dias de chuva e não só. Preocupe-se com os vidros do carro, com os vidros dos faróis e também com as lâmpadas, pois está tudo interligado em termos de segurança.
Se habita em zonas onde é normal a existência de gelo ou neve, tem de prestar ainda mais atenção aos vidros, às fechaduras, mas também às rodas. Em determinadas situações o uso de correntes de neve torna-se obrigatória.
Tendo estes aspetos em consideração, o Circula Seguro destaca dez dicas para se precaver da mudança das condições climatéricas.

10 Dicas para preparar o carro para o inverno

1 – Faróis e lâmpadas

A limpeza dos faróis é muito importante nesta época do ano. A projeção de sujidade de outros carros cria uma película que dificulta a luminosidade. Limpe os faróis dianteiros e traseiros assim que os observar muito sujos. Aproveite para verificar o estado das lâmpadas, se iluminam em condições.

2 – Atenção ao ar condicionado

Se os vidros do carro se embaciarem com frequência no interior, a melhor forma de os desembaciar é utilizar o ar condicionado do veículo. Assim sendo, convém verificar o estado deste sistema. Se achar que não está a desembaciar em condições é porque poderá precisar de ser recarregado.

3 – Verifique estado dos pneus

Os pneus são o único componente do seu veículo em contato com a estrada, como tal, têm de estar em bom estado. Comece por verificar o piso e a pressão dos mesmos. Caso exista um desgaste significativo do piso substitua-os, para desta forma aumentar a aderência em piso molhado e evitar o aquaplaning. Senão tiver o piso desgastado, verifique a pressão para garantir que a mesma está acordo com a recomendada pela marca. Em zonas com inverno mais rigoroso, é necessário substituir os pneus por uns de inverno. Estes pneus têm uma maior profundidade das ranhuras, logo uma aderência à estrada mais eficiente.

4– Troque as escovas para-brisas

Na passagem do verão para o inverno é necessário mudar de escovas limpa para-brisas. No verão a borracha das escovas seca, depois com a chuva as mesmas desgastam-se. Por esta razão deixam de ser eficientes na limpeza do vidro, reduzindo assim a sua visibilidade em condução, o que se torna muito perigoso. As escovas velhas também podem riscar o próprio para brisas.

5 – Limpe as escovas

A água em contacto com o lixo depositado na estrada e no próprio vidro acaba por sujar as lâminas das escovas que ao passarem pelo para brisas podem riscá-lo. Passe um pano nas lâminas das escovas sempre que achar que estão a limpar mal.

6 – Verifique o nível

Verifique com frequência o nível do liquido do limpa para brisas. Utilize um produto específico, mas pouco abrasivo. Pode misturar água com anti-congelante e produto limpa vidros. Desta forma vai obter uma mistura “forte” para o inverno.

7 – Raspador de gelo

Ao preparar o carro para o inverno, não se pode esquecer de ter sempre consigo um raspador de gelo (espátula). É normal em dias de frio mais rigorosos e após longa paragem, acumular gelo nos vidros e a melhor forma para os remover é com um raspador de gelo. Nunca utilize água quente!

8 – Limpe as folhas

O acumular de lixo nas calhas de escoamento do seu carro ajudam a criar humidade que vai embaciar os vidros. Para além desta humidade podem criar maus cheiros. Evite que o lixo, nomeadamente folhas e pequenos ramos, se acumulem nas calhas de escoamento da carroçaria. Faça um limpeza periódica com um aspirador ou com um compressor.

9 – Anti-embaciamento

Assim que começar a chover pode aplicar no interior do vidro um produto que evita o embaciamento. Existem em comercialização no mercado muitas marcas, mas todas funcionam com o mesmo propósito: evitar que o interior do vidro condense a humidade e a gordura.

10 – Analise o estado da bateria

Tenha o cuidado de inspecionar o estado da bateria, já que este é um elemento fundamental para movimentar o seu carro. Este componente é o que permite o motor funcionar, tal como qualquer elemento elétrico existente no seu veículo. Normalmente, uma bateria aguenta cinco anos sem problemas, de qualquer forma, no inverno não deixe de apertar todas as conexões e de limpar todas as superfícies para evitar falhas.


E se houver neve?

No caso de habitar numa zona do país onde a neve se faz sentir nesta época do ano, o melhor será andar sempre prevenido com um jogo de correntes de inverno dentro da mala do carro. Evite surpresas desagradáveis em caso de nevões ou geadas imprevisíveis, situações em que é muito fácil perder o controlo do veículo. As correntes e neve estão à venda na maioria das lojas da especialidade e nem por isso são caras.
Como conselho final, ainda sugerimos que lubrifique todas as fechaduras e dobradiças com um spray adequado (pode ser com o famoso WD-40). Desta forma minimiza a possibilidade de ficar trancado ou de não conseguir abrir uma porta em caso de gelo ou neve.

Fonte: Michelin, MAPFRE