Circulação nocturna e respeito pela sinalização

Circulação nocturna e respeito pela sinalização

Como tantas outras cidades, também Coimbra tem um fluxo de trânsito de peões elevado. Fluxo esse que é superior em dois períodos do dia; de manhã e ao final da tarde. Esse aumento é fácilmente verificado junto à estação de caminhos-de-ferro.

Junto a esse local, existe um elevado movimento de veículos. Estando a localização regulada por sinais luminosos com temporizador, torna-se fácil a convivência de todos… desde que todos respeitem essa sinalização.

Na circulação nocturna a dificuldade é maior

Sabendo-se então que um dos pontos de elevado tráfego de peões é ao final da tarde, esse período de circulação nocturna deve ser encarado com um cuidado acrescido por parte de todos os intervenientes. Ou seja, não cabe apenas aos condutores estarem atentos à circulação dos peões, mesmo havendo semáforos, mas sim, também, aos peões em relação aos condutores.

O local é bem iluminado. Acontece que, a circulação nocturna cria uma dificuldade acrescida aos condutores na percepção da existência, na via, de diversos peões. Ou porque utilizam vestes mais escuras, ou porque, em determinados momentos, se encontram a circular nas sombras provocadas pelos obstáculos, à luz dos candeeiros.

Se pensarmos que existem peões que não respeitam a sinalização existente, por falta de paciência na espera do surgimento do sinal verde que lhes autoriza a passagem, e correm numa via que está, a determinado momento, disponível aos condutores, poderemos qualificar essa desobediência em risco elevado.

Deste modo, solicita-se a todos os peões que, na circulação nocturna, tenham o cuidado de perceber que por vezes não são bem perceptíveis, pelo que devem providenciar todo o cuidado e atenção na sua circulação.