Fortes chuvas, grandes problemas (2)

Fortes chuvas, grandes problemas

Chuva, chuva e mais chuva. Estes dias têm contemplado o território português com fortes chuvas, sem que haja, até porque não poderá haver, aviso de qual a zona do país onde vão ocorrer e em que quantidade.

São chuvas com uma intensidade enorme e uma quantidade de água anormal. Tal, associado à deficiente limpeza que os já débeis sistemas de escoamento de águas têm, faz com que as águas saiam desses mesmos sistemas e invadam a via pública.

Os perigos escondidos nas profundezas

Os sistemas de escoamento de águas pluviais existentes em Portugal, nas aldeias, vilas e cidades, são projectados tendo em atenção os níveis de quantidade de água advindos das chuvas, numa estatística dos anos transactos.

Acontece que os números demonstrativos nessas estatísticas não são aplicáveis aos anos seguintes, uma vez que o perturbado clima nos presenteia sempre com surpresas capazes de condicionar todos os cálculos e estudos efectuados pelos mais experientes climatógrafos.

As fortes chuvas ou termendas secas surgem sem aviso prévio de intensidade ou local. Uma vez que os sistemas entram rapidamente em colapso e as águas invadem a via pública, grandes lagos ficam expostos a ocuparem faixas de rodagem e passeios.

São ribeiras e riachos que não têm capacidade para os enormes caudais, mas também são tampas de saneamento que se libertam, tal é a pressão que a água no interior das tubagens provoca. E aqui está um dos grandes perigos para o meio rodoviário Tampas de escoamento fora  do seu lugar de encaixe.

Com as tampas retiradas pela pressão das águas, os condutores mais afoitos e que insistem em circular por zonas alagadas, ou os peões que t~em de atravessar a faixa de rodagem, ficam mais vulneráveis e sujeitos a serem surpreendidos pela falta de chão, o que pode levar ao surgimento de acidentes rodoviários ou incidentes físicos com peões.

Assim, torna-se demais importante que as autarquias deem inicio a um plano de intervenção capaz de alterar as consequências advindas das fortes chuvas, promovendo as essenciais obras de requalificação sistema de drenagem e escoamento de águas pluviais.

Foto¦ TVI24