Mais segurança na “descida de Brenha” – EN 109

EN109b

Mais segurança na “descida de Brenha” – EN 109

 

Abordei há alguns dias a questão do perigo que é o troço da EN 109 no Concelho da Figueira da Foz, mais conhecido como “descida de Brenha“. Tal abordagem deve-se à volumosa sinistralidade rodoviária que naquela pequena quantidade de quilómetros se tem registado.

É um troço de estrada com muita história, de largos anos, onde a determinada ocasião existia um cruzamento, conhecido como o “Cruzamento do Galo D’ouro“, onde dezenas de acidentes mortais se deram, devido à configuração da via e mau estado de conservação.

Uma petição em prol da segurança rodoviária

Após uma luta de anos, não interessa de quem, para que se construísse uma variante que desviasse o tráfego do assombrado cruzamento, cerca de vinte anos depois os condutores que utilizam a EN 109 naquele troço, viram o seu propósito realizado. Acabou-se com a sinistralidade, mortal, naquele pequeno cruzamento.

Agora luta-se por uma intervenção no troço que medeia a “Variante do Galo D’ouro” com o topo da “descida de Brenha”, para que os condutores, culpados e inocentes, possam circular numa segurança rodoviária garantida. E para que tal aconteça, está on-line uma “Petição Pública“, à qual nos associamos neste artigo e solicitamos a todos que nos leem que a assinem.

Esta petição é direccionada à autarquia da Figueira da Foz e às Estradas de Portugal EP, afim de estas duas instituições darem inicio, tão rápido quanto possível, a obras de manutenção, alargamento e incrementação de sinalização (gráfica, luminosa e horizontal), assim como iluminação.

Dizemos “Basta”. Sabemos que a culpa não é apenas do péssimo estado em que se encontra o troço da EN 109, mas também do comportamento de risco de muitos dos condutores que ali circulam. No entanto, esse risco é aumentado se tivermos em consideração a quantidade de empresas que se encontram na periferia da estrada, com entrada directa para a mesma.

Vamos todos colaborar com esta petição e tornar a “descida de Brenha” um lugar de circulação segura. Façam boa viagem.

  • José Lopes

    Mais perigosa está a famosa Rotunda dos Cavadores na passadeira da saída oeste onde, pelo superior fluxo de peões e por falta de iluminação adequada, já têm ocorrido alguns acidentes sendo que num deles resultou uma vítima mortal. Aqui deveriam ser instalados dois projectores LED como foi feito na passadeira da Escola Dr. João de Barros. E reduziria também o nível de perigo para os peões a instalação de uma nova passadeira com lomba na entrada este, uma vez que são várias as pessoas que vemos a saltar o separador central para aceder às instalações do Pingo Doce.

    • Sim, é verdade José. Há muito a fazer, não apenas na Figueira da Foz, como também em tantas localidade deste país.
      Uma fotografia vai ser efectuada à zona e um artigo escrito.
      Obrigado pela opinião e sugestão.