Na baixa de Coimbra há falta de marcas rodoviárias que condicionam a segurança do trânsito no local

Na baixa de Coimbra há falta de marcas rodoviárias

As marcas rodoviárias são de elevada importância para a orientação do tráfego automóvel, seja dentro das localidades, seja fora. São elas que orientam os condutores na sua trajectória, fazendo com que possam circular pelo espaço a si destinado.

Aconteceque, em Portugal, essa ideia não acompanha quem de responsabilidade deve promover que as vias estejam devidamente sinalizadas. A saber, na ausência de sinalização, nomeadamente marcas rodoviárias, faz com que os condutores não percebam, em muitos casos, a quantidade de vias e toda a sua alternância de trajectórias.

Coimbra com linhas tem mais encanto

Na baixa de Coimbra, junto à estação de caminho de ferro, em frente, até à zona da portagem, não existem marcas rodoviárias devidamente marcadas no pavimento, capazes de proporcionar, aos milhares de condutores que por ali circulam diáriamente, a devida segurança rodoviária que se exige, não apenas em qualquer via, mas também numa capital de distrito.

Para quem conhece o local, percebe a dificuldade que se tem em conduzir adequadamente naquele espaço, uma vez que a trajectória das vias é alterada seguidamente, surgem e desaparecem, por supressão, outras vias, no centro uma praça de táxis movimenta muitos destes veículos e a paragem de autocarros ali existente é elevada.

Assim, torna-se urgente que, o departamento de trânsito do município de Coimbra deve proceder à adequada manutenção daquela zona da cidade, nomeadamente com a remarcação do pavimento com marcas rodoviárias enquadradas com o trânsito no local