O verão está a chegar, está preparado?

Apesar de tímido o verão está a chegar. Com ele, chega também (ou há de chegar) o aumento da temperatura, das longas filas para sair da cidade e um aumento dos turistas. Tanto de estrangeiros como o regresso de emigrantes em férias. Por isso, devido ao aumento de veículos e da falta de conhecimento da zona, aumenta o pára-arranca nos centros urbanos.

Garanta que o seu veículo está em condições de suportar o desgaste adicional que implica circular nestas condições. Se não o fizer pode estar em risco de ficar apeado. Saiba como pode prevenir falhas e garantir que o seu verão seja uma boa recordação.

Como é que se consegue reduzir as chances de que ter problemas? Simples, prevenindo! A melhor maneira é efetuar as manutenções preventivas periódicas indicadas pelo fabricante. Se garantir que as condições do seu veículo são as adequadas as probabilidades de ocorrerem falhas serão baixas.

As vantagens são várias, a primeira é não ficar sem transporte. Os custos das reparações também serão mais baixos, pois as peças serão trocadas antes de avariarem. Evitando assim que provoquem danos em componentes próximos, aumentando a fatura na oficina.

Mas existem mais vantagens, se o seu veículo durar mais os custos de o substituir antecipadamente serão eliminados. E quando chegar à atura de o vender, um veículo bem mantido e com um historial de avarias limpo possui um preço de revenda maior também!

Como cuidar do motor no verão

Algumas das achegas indicadas a seguir são fáceis de levar a cabo, outras exigem um técnico especializado em automóveis. Nesses casos dirija-se a uma oficina certificada para que o sistema, ou componente, seja adequadamente verificado.

Um sistema de ar condicionado que funcione mal, falhará quando o clima aquecer. Tenha o sistema examinado por um técnico qualificado. Os modelos mais novos possuem filtros do habitáculo, que limpam o ar que entra para o aquecimento e ar condicionado. Verifique o manual do proprietário para o localizar e saber qual intervalo de substituição sugerido.

A maior causa das avarias no motor no verão é o sobreaquecimento. O nível, condição e concentração do líquido de refrigeração devem ser verificados periodicamente. Para garantir um funcionamento adequado o sistema de arrefecimento deve ser completamente limpo e reabastecido a cada 24 meses.

Relembro que nunca deverá abrir a tampa do radiador, ou tanque anexo, com o motor quente, pois pode queimar-se. As tubagens e braçadeiras devem ser verificados por um profissional, aproveite e peça para confirmarem a condição das correias de transmissão.

Troque o óleo e filtro do seu veículo conforme especificado no manual. Caso faça passeios curtos frequentes, viagens prolongadas com muita carga ou transportar um reboque constantemente faça as trocas mais amiúde que o indicado.

Substitua os filtros de ar e de combustível conforme recomendado. Mais uma vez um alerta, efetue mudanças mais frequentes se circula em locais onde exista muita poeira. Caso detete anomalias, como dificuldade em colocar em marcha o motor, funcionamento em ralenti incerto, diminuição de potência, ou caso o motor se desligue sem motivo, dirija-se a uma oficina para ser corrigido o mal de que padeça o motor.

Outros “pormenores” a não descurar

Um carro não se resume ao motor, existem outros componentes que são também importantes. Um veículo limpo traz mais segurança durante a sua utilização. Por exemplo, o para-brisa sujo causa fadiga ocular e pode representar um risco à segurança rodoviária. Substitua as escovas gastas e encha o reservatório do líquido com água e algum solvente.

Inspecione todas as luzes e lâmpadas, substitua todas as que estiverem fundidas. Aproveite e proceda à lavagem dos faróis. Um aviso, para evitar riscar a superfície, nunca use um pano seco. Caso as óticas estejam amarelecidas, embaciadas ou com riscos superficiais proceda ao polimento dos mesmos.

Verifique a pressão dos pneus regularmente, verifique-os enquanto estiverem frios. Mas não se esqueça de verificar o quinto pneu. Averigue se o macaco está em boas condições. Examine os pneus quanto à vida útil do piso ou casos zonas de desgaste irregular. Investigue as paredes laterais para detetar cortes ou bolhas. Proceda à sua substutuição caso apresentem alguma destes defeitos.

O alinhamento da direção também deve ser frequentemente verificado, para evitar desgaste desigual do piso e desvios durante a circulação. Os travões devem ser inspecionados conforme recomendado pela marca, ou antes, se notar ruídos estranhos ou maior distância de travagem. Todo e qualquer problema de travões deve ser corrigido imediatamente.

Foto | Wikipedia, MaxPixel