Quando a visibilidade é obstruída por objectos estranhos à circulação rodoviária

Quando a visibilidade é obstruída por objectos estranhos à circulação rodoviária

Um dos princípios da segurança rodoviária é ter boa visibilidade para conseguir recolher a maior quantidade de informação possível, para dessa forma o cérebro a poder processar, buscando uma resposta de reacção adequada à circunstancia. Para que isso possa acontecer, devem as vias de circulação estar “limpas” de objectos estranhos.

Numa intersecção, essa boa visibilidade é imperial. Apenas a tendo, o condutor poderá perceber se existem veículos a transitar na via onde pretende circular. Apenas a tendo, poderá o condutor perceber a distância a que estão esses veículos, analisando dessa forma se poderá dar inicio à sua marcha ou não.

Objectos estranhos ao meio rodoviário

Quando se projecta uma via urbana, deverá ter-se sempre em conta, para além de outras coisas, a colocação de determinados artefactos. Postes de electricidade, caixotes do lixo, arbustos, árvores entre outros. Quando se permite que terceiros afixem artefactos na via pública, deverá estudar-se, igualmente, o impacto desse material no meio e segurança rodoviária.

Assim, como se pode verificar na imagem acima, a colocação dos contentores de lixo foi mal efectuada. Os responsáveis escolheram um local para a colocação dos referidos contentores que cria conflito com os interesses dos condutores e caminha em sentido contrário ao da legislação do Código da Estrada.

Este é apenas um exemplo do que plurifera por essas localidade de Portugal e que deve ser reparado rapidamente. Outras das situações que promove uma elevada falta de visibilidade, mas que nem autarquias nem instituições da autoridade querem saber, é a colocação de cartazes promotores de circo em determinados locais ou cartazes promotores eleitorais.

Urge fazer-se algo no sentido de melhorar estes pontos, uma vez que, bastantes vezes, os condutores veem-se obrigados a invadir outras vias, colocando-se e colocando outros em perigo, pois no local onde deveriam efectuar paragem, a visibilidade é nula. Fica o alerta.