Sabe o que é um para-brisas atérmico?

Parabrisas atermico (1)

Um para-brisas atérmico contém uma lâmina transparente de óxidos metálicos no interior, cujo objetivo é refletir a radiação infravermelha invisível, contribuindo para manter a temperatura do habitáculo quando o veículo está exposto ao sol. Em muitos carros, o para-brisas atérmico está associado ao climatizador, mas não aparece na lista de opções porque é o fabricante quem decide inclui-lo ou não em determinada versão.

Se já se questionou sobre como pode saber se o seu carro tem um para-brisas atérmico, o melhor será consultar o manual de instruções do veículo ou o seu concessionário. No entanto, também pode comprová-lo a olho nu: se observar o vidro de forma oblíqua, poderá perceber uns tons azulados provocados pela lâmina especial. É importante saber que tipo de vidro tem o seu carro, especialmente se tiver que trocar o para-brisas.

O para-brisas atérmico também tem, no entanto, alguns inconvenientes: a lâmina que bloqueia os raios de sol pode atuar como barreira com os sinais de GPS ou de portagens electrónicas. Para evitar este inconveniente, a maioria dos para-brisas atérmicos incorpora uma pequena “janela” na parte superior do vidro, junto ao retrovisor. Situando o GPS ou o cartão de portagem eletrónica nessa zona, estes deverão funcionar sem problemas. Geralmente, só o para-brisas é atérmico, sendo o resto dos vidros do carro “normais”, ou seja, sem esta particularidade.

Na imagem que ilustra este artigo, verificamos que existe uma zona, geralmente assinalada com um xadrez preto onde se devem colocar os vários aparelhos que necessitam de rede, como o GPS e o dispositivo de portagem eletrónico. A maioria destes vidros possuem uma faixa mais escura no seu topo, contudo o facto de ter esta faixa  não significa que o vidro seja atérmico. Esta faixa serve também para não encandear o condutor no caso deste estar de frente para o sol.