A vantagem de uma boa comunicação de intensões

Posição adequada na via

Ao longo dos últimos vinte anos, essencialmente, o meio rodoviário nacional tem sofrido inúmeras alterações e adaptações. Tudo isto tem a ver com o aumento de veículos nas vias de circulação, nova sinalização, crescimento das cidades e aumento da concentração de pessoas em determinados pontos.

Com esta evolução, tem-se visto surgirem vias de circulação que exigem, por parte dos condutores, um saber acrescido, assim como comportamentos que reforcem a segurança vial, nomeadamente a boa posição na via em circulação, e respectiva comunicação, através de sinalização, quando pretendem mudar de direcção.

Mostrar para onde vai, numa boa posição

A posição na via, associada a uma boa sinalização de intenção, proporciona uma garantia exponencial de aquisição de conhecimento sobre o que pretende o condutor que precede realmente fazer. Deste modo, o condutor que segue à retaguarda, poderá atempadamente reagir da melhor forma de modo a se enquadrar com a situação.

Isto porque, o que tanto se vê por essas estradas fora, são condutores que, ou não executam uma boa comunicação para transmitirem as suas intenções na via, ou simplesmente não sinalizam, mas acrescem a isso uma deficiente posição na via.

Tais situações levam a que os condutores que circulam nas imediações sejam apanhados de surpresa, obrigados a reagir muito “em cima” do acontecimento o que, tantas e tantas vezes, faz com que surjam conflitos rodoviários com consequências imprevisíveis.

Deste modo, torna-se preponderante que cada um de nós, condutores, utilizemos uma adequada comunicação de intensões, mas também adotemos comportamentos de segurança, nomeadamente com bons posicionamentos na via.