Teatro mostra perigos causados pela distração com o telemóvel

Teatro infantil utilizado como instrumento pedagógico para alertar para os perigos de conduzir e telefonar ao mesmo tempo. Objetivo é a mensagem chegar também aos pais.

A distração provocada pela utilização indevida de telemóvel pelos condutores durante a condução tem sido apontada pelas autoridades como uma das principais causas de acidentes rodoviários em Portugal e, designadamente, pelo aumento da sinistralidade.

No Circula Seguro por muitas vezes temos chamado a atenção para o perigo de conduzir com o telefone na mão e desta vez fazêmo-lo, destacando uma interessante e pedagógica iniciativa que um conjunto de entidades entendeu fazer com o intuito de sensibilizar as crianças para este tipo de comportamento de risco.

E porquê os mais novos? Porque “ao sensibilizar este segmento, criam-se as condições necessárias para garantir, a longo prazo, gerações futuras de condutores mais responsáveis e, a curto prazo, a divulgação da mensagem aos adultos através de um agente bastante persuasivo – as crianças”, refere a ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária).

10 autarquias

O projeto foi desenvolvido pela concessionária Ascendi, em parceria com a ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária),  a GNR (Guarda Nacional Republicana) e a PSP (Polícia de Segurança Pública), estendendo-se a diversas autarquias adjacentes à rede de autoestradas Ascendi, nomeadamente Santa Maria da Feira, Estarreja, Lousada, Paços de Ferreira, Cabeceiras de Basto, Vouzela, Fornos de Algodres, Penela, Alvaiázere e Cascais (freguesia de Alcabideche).

Para passar a mensagem às crianças do 1º Ciclo das 10 referidas autarquias envolvidas, é exibida uma peça de teatro desenvolvida que mostra aos mais pequenos os perigos causados pela distração do condutor com o telemóvel.

Para reforçar a importância da mensagem, as forças policiais têm uma participação direta na peça de teatro, o que torna ainda mais meritória a iniciativa.

Até 9 de dezembro

A campanha decorre até 9 de dezembro de 2019, “período ao longo do qual se estima impactar diretamente cerca de 5000 crianças, e de forma indireta todas as pessoas que acompanham o ecossistema de canais digitais das entidades envolvidas”, diz a Ascendi.

Contudo, a ideia é que esta iniciativa tenha continuidade a longo prazo, num esforço conjunto para contribuir, decisivamente, para a sensibilização rodoviária, promovendo ainda o envolvimento das comunidades locais.

Como parte da campanha, até 12 de janeiro de 2020, será realizado um concurso a nível nacional que fomenta a criação de trabalhos sobre o tema “Segurança Rodoviária” com o foco na mensagem passada pela peça de teatro, concretamente os perigos do uso do telemóvel durante a condução, anuncia a Ascendi.

Fotos: ANSR/Ascendi