As outras cores da neve

Redacción Circula Seguro

3 January, 2022

Muitos dos utentes das nossas estradas já estão acostumados à paisagem branca da neve. Mas, embora a paisagem seja um espetáculo para desfrutar, é importante ter em conta que por detrás da cor branca podem existir perigos significativos para o trânsito na estrada. Por isso é importante conhecer outras cores da neve, as utilizadas pela DGT e que se referem ao código de cores utilizado para indicar se as estradas são transitáveis ou não:

Cor verde

Indica o primeiro nível de alerta, isto é, quando começa a nevar. A velocidade é limitada nestes casos a 100 km/h nas autoestradas e estradas, e a 80 km/h nas estradas convencionais. Os camiões devem ir na faixa da direita e não podem ultrapassar. Evitar os passes de montanha, ter cuidado e prestar atenção às previsões meteorológicas.

Cor amarela

É o segundo nível de alerta do código de cores estabelecido para a neve. Neste caso a neve já está a cair de forma constante e começa a permanecer na estrada, portanto, torna a condução mais difícil. Quando encontramos este sinal na estrada, devemos ter em conta que a circulação de camiões e veículos articulados é proibida. Os automóveis e autocarros não podem exceder a velocidade máxima de 60 km/h. É aconselhável evitar realizar manobras bruscas e, em curva ou numa estrada em declive, diminuir ainda mais a velocidade.

Cor vermelha

Neste caso a estrada está coberta de neve. A proibição de circulação de veículos articulados, camiões e autocarros continua em vigor. Os outros veículos são aconselhados a não permanecer na estrada. Não ultrapassar os veículos parados se não temos certeza de poder continuar. Apenas pode conduzir com correntes ou pneus de inverno e a velocidade máxima permitida é de 30 km/h.

Cor negra

Indica que há muita neve na estrada. Proibida a circulação devido a muita neve ou gelo. Existe risco de ficar imobilizado. Se um veículo fica bloqueado na estrada, utilizar o motor o imprescindível para o aquecimento. Não sair do veículo se não houver abrigo próximo. Para não obstruir o trabalho das equipas de limpa-neves e salvamento, estacionar o mais próximo possível da berma, e se for uma estrada com várias faixas, evitar as faixas da esquerda.

Antes de viajar

Lembre-se que a neve é um elemento que não apenas reduz consideravelmente a aderência dos pneus na estrada, mas também limita a nossa velocidade e pode impedir a circulação se não temos correntes. A propósito, não é suficiente ter correntes, deve saber colocá-las. Antes de sair de viagem, consulte o estado das estradas. A DGT oferece no seu site um mapa interativo que mostra o estado das estradas espanholas em tempo real, atualizado constantemente de forma totalmente automática com informações introduzidas 24 horas ao dia pelo Agrupamento de Trânsito da Polícia e os responsáveis pelos Centros de Gestão de Trânsito da Direção Geral de Trânsito.

Se tiver que viajar pelas áreas afetadas, siga os sinais nos painéis de mensagens variáveis e as indicações dos agentes, conduza um veículo atrás de outro, para que os veículos de manutenção da estrada possam passar e saiba as cores da neve e as suas condições de condução. Muito cuidado!

--

Uma iniciativa da: