E se abastecer gasolina num carro Diesel e vice-versa?

Alberto Valera

19 March, 2020

Imagine que chega a um posto de combustível enche o depósito e, de repente, dá-se conta que abasteceu o combustível errado. O que poderá fazer nesta situação?

O abastecimento de um veiculo é uma tarefa simples, principalmente nos, poucos, postos onde ainda é o empregado que nos abastece o carro. Não obstante, também podemos ser nós a encher o depósito, que é a solução mais utilizada atualmente.
Se andarmos para trás alguns anos, era mais fácil confundir o tipo de combustível porque a boca do depósito era parecida em todos os veículos, fossem a gasóleo ou a gasolina.
Hoje em dia, a largura dos bocais dos depósitos de combustível e das mangueiras são diferentes. A boca da mangueira de um carro Diesel é mais larga que a de um carro a gasolina e é quase impossível encher de gasóleo um carro a gasolina, mas é mais frequente que se introduza gasolina num carro a gasóleo.
Nos postos de abastecimento e no próprio veículo está muito bem indicado o tipo de combustível, mas pode acontecer que um dia vamos abastecer, pegamos na mangueira e, por descuido, pela pressa ou porque o dia não está a correr bem, em vez de abastecermos gasóleo, enchemos o depósito com gasolina.
Os códigos para os veículos a gasolina são E5, E10 e E85 e fazem referência à percentagem de gasolina e de etanol, sendo o E a quantidade de Etanol em % 5, 10, 85 e o resto de gasolina.
Para os Diesel são os códigos B7, B10 e XTL, sendo a letra B a que designa os componentes específicos de Biodiesel que formam o gasóleo. O B7 incorpora 7% de biodiesel e misturam-no com gasóleo, o B10 com a mistura a alcançar os 10% de biodiesel e os XTL são os diesel sintéticos.

O que fazer se confundirmos o combustível a abastecer?

Se dermos por isso… ´preciso atuar logo em seguida:
Não devemos arrancar com o veículo e nem sequer colocar a chave no contacto, porque a maioria dos veículos modernos contam com uma bomba elétrica no próprio depósito que, ao colocar a chave no contacto e fazer o pequeno gesto de “dar à chave”, este é alimentado com corrente elétrica e impulsiona imediatamente o combustível até ao sistema de injeção, gerado a pressão necessária para o funcionamento.
Vai ser preciso chamar o reboque e levar o veículo até uma oficina para que seja ali extraído todo o combustível colocado por erro e repetimos… “nunca coloque a chave de contacto na posição de ligado”.

Que avarias podem acontecer no caso de termos abastecido o combustível errado?

Se, por acaso, tivermos ligado e colocado o motor a trabalhar e até começamos a circular, aos poucos poderemos observar como o veículos começa a falhar. Nesse caso deve desligar o carro logo que possível, chamar o reboque e levar o veículo à oficina, onde vão limpar circuito, vazar o depósito de combustível e realizar uma substituição do filtro de combustível.
Se abastecermos gasóleo num veículo a gasolina, deveremos atuar da mesma forma, mas se tivermos arrancado com o veículo, pode chegar ao catalizador combustível sem ser queimado, produzindo uma avaria muito grave, com o consequente custo económico da reparação.
Quando abastecemos gasolina num Diesel moderno e circularmos com ele, mesmo que tivermos limpo o circuito de alimentaçao de combustível e substituído o filtro, o mais provável será a bomba de injeção seja afetada e inclusivamente avariar alguns dos injetores, passando a ser uma avaria muito cara.

Fotos: Pixabay

--

Uma iniciativa da: