Emergência num túnel, o que fazer?

Redacción Circula Seguro

7 September, 2021

Quando passamos por túneis, estamos expostos a certas situações perigosas das que nem sempre temos conhecimento. Muitos condutores não saberiam o que fazer, por exemplo, em caso de colisão, avaria ou incêndio num túnel ou metropolitano. O que fazer nesses casos?

Avaria

No caso de avaria num túnel, deve agir com muita precaução. A primeira coisa que deve fazer é tornar a sua posição visível. Para além da utilização obrigatória das luzes de cruzamento nos túneis, ligar também as luzes de emergência. Sempre que possível, encostar o veículo o mais à direita da berma. É muito importante sair do veículo e dirigir-se para o refúgio ou saída de emergência mais próximos, especialmente no caso de haver mais passageiros, crianças ou pessoas idosas.

Chame o antes posssível a assistência, utilize os telefones de emergência SOS ou o seu telemóvel. Lembre-se que há telefones disponíveis nos túneis a cada 50 metros para pedir ajuda em caso de emergência.

Pode acontecer que, devido à avaria, o seu veículo fiique literalmente no meio do túnel. Mantenha a calma e o bom senso. As luzes de emergência podem avisar os outros condutores. Desligue o motor, coloque o colete refletor antes de sair do veículo e, apenas quando estiver preparado, assinale a zona com os triângulos ou com a luz V-16. Não esqueça de ficar na berma, juntamente com os outros ocupantes, se houver algum.

Acidente

No caso dum acidente no túnel, lembre-se de deixar uma grande distância de segurança do veículo afetado para evitar colisões. Tente sempre conduzir do lado direito da estrada e utilize as suas luzes de emergência para avisar os outros condutores. Se a situação não permitir prosseguir viagem, encoste o veículo o mais à direita possível e desimpeça as vias para os serviços de emergência. Nunca deixe o motor ligado. Desligue o motor, mas deixe as chaves. Vista o colete refletor no interior do veículo ou numa saída de emergência.

Incêndio

Há muitas razões que podem causar um incêndio num túnel. Colisões entre veículos ou sobreaquecimento do motor são as principais razões desta situação, particularmente stressante num espaço fechado. O grande risco é que as bocas dos túneis possam acelerar o fogo. Cada segundo conta, e por isso é necessário permanecer calmo e agir rapidamente.

É importante não dar marcha-atrás ou tentar fazer uma inversão de marcha que pode tornar a situação ainda mais difícil. Desligar o motor e deixar a chave na ignição, para que depois possa ser retirado mais facilmente. Não fechar as portas. Saia do veículo com o colete refletor para ser visto claramente e ser regatado rapidamente. Nos túneis há sinais de evacuação que indicam a melhor direção para deixar o túnel.

Recomendações

Para além destas situações de emergência, lembre-se destes conselhos gerais para conduzir em túneis que também protegem de possíveis percalços:

  • Ao entrar num túnel é obrigatório acender as luzes do veículo.
  • Caso observe que o trânsito está parado no interior do túnel, ligue as luzes de emergência para avisar os outros condutores que se aproximam do túnel.
  • Tirar os óculos de sol ao entrar no túnel e colocar ao sair. Cuidado com o efeito de brilho que pode limitar a sua visão na entrada e saída.
  • Mantenha uma distância mínima de segurança de 100 metros do veículo da frente e 150 metros se o veículo tiver mais de 3.500 kg.
  • Lembre-se que a distância de travagem deve ser maior do que o habitual, já que o asfalto nos túneis tende a ser menos aderente que nas estradas exteriores.
--

Uma iniciativa da: