“Estratégia do sussurro” no automóvel: sabe o que é?

Miguel Alves

21 May, 2020

O tempo em que os condutores tinham de gritar para se fazerem ouvir acima de certas velocidades é intolerável hoje. Um automóvel moderno permite que as conversações e a música sejam claramente audíveis, mesmo com volume baixo.

É aqui que se entronca a filosofia a que a Ford apelida de “Whisper Strategy” ou “Estratégia do sussurro”.

O objetivo desta “Whisper Strategy” da Ford é ajudar a tornar as viagens mais confortáveis e menos cansativas para condutores e passageiros, ao nível do ruído.

Glen Goold, engenheiro chefe de programa do Ford Kuga, explica que “a ‘whisper strategy’ é desenhada para tornar as viagens tão silenciosas quanto possível – desde a absorção do som através de assentos perfurados até ao teste de dezenas de pneus, ouvindo cuidadosamente o padrão de som criado por cada um”.

Utilizando como exemplo o trabalho feito em torno do novo SUV Kuga, a Ford refere ter estudado os elementos geradores de ruído no automóvel desde a suspensão até à vedação das portas para ajudar a encontrar maneiras de otimizar o refinamento interior.

Almofadas laterais dos assentos do automóvel

As perfurações que foram introduzidas nas almofadas laterais dos assentos de pele do Kuga Vignale reduziram a área total de superfícies planas dentro do habitáculo, contribuindo para absorver e a não refletir o ruído.

Escudos de som foram incluídos por baixo da carroçaria do automóvel, ajudando a limitar o ruído da estrada e do vento que entra do lado de fora.

A marca norte-americana afirma que os seus engenheiros testaram, durante dois anos, 70 diferentes pneus em diferentes superfícies de alcatrão, empedrado irregular, em condições húmidas e secas e numa variedade de velocidades para encontrar as condições exatas para manter o ruído da estrada no mínimo, ao mesmo tempo que forneciam os maiores níveis de conforto e aderência possíveis.

O trabalho de insonorização do automóvel passou por todos os detalhes: os canais atrás dos painéis externos que permitem ocultar a passagem de cabos, fios e componentes para outras áreas são, por exemplo, mais pequenos e estreitos para limitar o fluxo de ar no interior.

A possibilidade de conduzir sem motores a combustão permite, igualmente, viagens mais silenciosas.

No modo puramente elétrico, o Kuga Plug-In Hybrid atinge um nível de ruído de estrada no interior de apenas 52dB(A) em testes controlados – o equivalente a uma chuva suave.

O Kuga Plug-In Hybrid Vignale também recorre à tecnologia Active Noise Cancellation. O sistema trabalha como o popular noise-cancelling nos headphones – detetando suaves mas não desejados sons no habitáculo através de microfones estrategicamente colocados, neutralizando-os com uma onda sonora no sentido oposto, desde o B&O Sound System.

Um teste levado a cabo pela Ford mostrou que os ocupantes num novo Ford Kuga Plug-In Hybrid experimentam níveis de ruído interior que representam um quarto do ruído ouvido pelos seus avós em 1966 num Ford Anglia.

VeículoMax decibels dB(A)
1966 Ford Anglia89 (89.4)
1970 Ford Cortina81 (80.9)
1977 Ford Granada83 (82.5)
1982 Ford Cortina79 (78.5)
2000 Ford Mondeo77 (77.3)
2020 Ford Kuga Plug-In Hybrid69 (69.3)

Imagens: Ford

--

Uma iniciativa da: