EuroNCAP: quais são os carros mais seguros de 2020?

Ines Carmo

26 February, 2021

Apesar de 2020 ter sido um ano atípico, o organismo alemão independente EuroNCAP não deixou de fazer análises à segurança dos últimos modelos no mercado.

EuroNCAP

Desde os anos 90 que os protocolos de testes EuroNCAP são uma referência absoluta no mercado, para aferir a segurança dos veículos novos. Ainda que, para efeitos de homologação, não tenham qualquer validade, tornaram-se já bastante importantes para consumidores e fabricantes. Estes testes já levaram, até, alguns construtores a “rever” os aspetos de segurança no veículo.

No final do ano, como sempre, é altura do EuroNCAP fazer avaliações e tirar conclusões. Quais os veículos que se destacam?

O que é o EuroNCAP?

Em primeiro lugar, importa saber o que é o EuroNCAP. Os testes EuroNCAP medem a resposta em segurança ativa e passiva do veículo em caso de acidente e a proteção de ocupantes adultos e crianças em situações de colisão frontal, lateral e traseira, assim como a deteção e prevenção de atropelos de peões e ciclistas

Novidades nos testes

Para este ano foram preparadas diversas alterações. Em primeiro lugar, os impactos frontais e laterais, para comprovar a deformação da estrutura, foram contra objetos em movimento, em vez das anteriores barreiras fixas contra as quais eram lançadas. Nestes casos, as superfícies com que impactavam iam à mesma velocidade do veículo, entre 50 e 60 km/h. Além disso também se avaliaram os sistemas de ajuda à condução e a capacidade de reação dos sistemas de condução autónoma.

Com as novas provas, pôde-se comprovar a grande importância que têm para a obtenção das pontuações máximas alguns dos novos sistemas de segurança e a presença de novos airbags como o central destinado a evitar que os corpos dos ocupantes dos lugares frontais choquem.

Resultados 2020 do EuroNCAP

EuroNCAP

Dos testes realizados no ano passado, resultou que o Volkswagen ID.3 foi considerado o carro mais seguro de todos os que foram apresentados, seguido do Honda Jazz e SEAT León.

No total foram nove os veículos que obtiveram a avaliação máxima nas provas de segurança, cinco estrelas, sendo que este ano foram apenas onze modelos, devido à paragem que teve de ser feita na Alemanha (e em muitos países europeus) por causa da pandemia de covid-19.

Uma vez que foram adicionados novos exercícios dinâmicos aos testes, esta distinção com 5 estrelas tem agora um mérito acrescido.

Volkswagen ID.3, o mais seguro de 2020

Dos onze modelos analisados (em 2019 foram 55), o mais seguro foi o VW ID.3, que chama a atenção por ser um veículo elétrico, pouco tempo depois de ter sido publicada uma análise de fiabilidade realizada pelo Consumer Report nos Estados Unidos, onde era retirada alguma credibilidade a estes automóveis.

A classificação ficou organizada da seguinte forma:

Volkswagen ID.3: 130,4 pontos
Honda Jazz: 129,9 pontos
SEAT León: 129,7 pontos
Toyota Yaris: 129 pontos
Mazda MX-30: 126,2 pontos

Isuzu D-Max: 125,4 pontos
Land Rover Defender: 125,3 pontos
Audi A3 Sportback: 122,8 pontos
Kia Sorento: 121,2 pontos

Fora desta classificação fica, por ter conseguido apenas quatro estrelas, o Hundai i10 e o Honda e.

Ao analisar esta classificação de forma pormenorizada, percebemos ainda que o Vokswagen ID.3 foi o que conseguiu melhor resposta nas provas dos sistemas de condução, à frente do Kia Sorento e do Toyota Yaris, assim como na proteção infantil, à frente do SEAT Léon. Ainda assim, o León apresentou-se como o melhor no que toca à proteção de adultos, enquanto que no cuidado dos utilizadores mais vulneráveis o melhor foi o Honda Jazz.

Editores

Uma iniciativa da: