Sabia que existe um Dia Europeu Sem Mortes na Estrada?

Mortes

O “Dia Europeu Sem mortes na Estrada” foi assinalado em Portugal da melhor forma: com ZERO mortes nas estradas portuguesas!

Uma vez por ano, toda a Europa se une a assinalar aquele que deveria ser um dia que se deveria repetir 365 dias por ano, o “Dia Europeu Sem mortes na Estrada”, conhecido por “EDWARD’S Day” (acrónimo de “European Day Without A Road Death”).

O projeto foi lançado em 2016, é apoiado pelos 30 países membros do European Traffic Police Network (TISPOL) e “tem como desígnio e ambição a concretização de um dia nas estradas europeias sem acidentes mortais”.

A data foi assinalada este ano em 26 de setembro passado e teve a particularidade de, em Portugal, o mote do dia (zero mortos) ter sido atingido! Na expressão da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), “assim deveria ser todos os dias – ZERO, o único número aceitável!”

Mortes

346 mortos até 21 de setembro

Contudo, as estatísticas de acidentes mostram que muito está por fazer: os números oficiais, da ANSR, até 21 de setembro de 2019, revelam que morreram nas estradas portuguesas 346 pessoas em 93.928 acidentes de viação com vítimas, dos quais resultaram ainda 1612 feridos graves.

Neste dia, os painéis de mensagem variável das estradas no nosso país, passaram mensagens alusivas ao dia, pedindo a adoção de comportamentos seguros.

As frases que os painéis de mensagem variável exibiram nas estradas portuguesas apelaram a comportamentos seguros, como é o caso de “Esqueça o Telefone, Modere a Velocidade, Siga em Segurança”.

Num comunicado conjunto, ANSR, Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT), Infraestruturas de Portugal (IP) e Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) referem que “este dia pretende consciencializar e mobilizar a sociedade civil para redução da sinistralidade rodoviária na Europa, convidando todos os cidadãos europeus, que partilham as estradas, a participarem com sugestões de melhoria e a assumir uma nova postura na condução, prudente e redobrada em cuidados”.

“O combate à sinistralidade é a prioridade de toda a sociedade e começa em cada um de nós. Vamos todos juntos construir um futuro em que prevaleça a cultura de segurança e em que zero mortes seja o único número aceitável” é referido.

Neste contexto, a Associação Nacional de Centros de Inspeção Automóvel organizou também uma conferência, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras, para marcar o “Dia Europeu Sem uma Morte na Estrada”.