Neve: cuidados a caminho da serra

Ines Carmo

30 December, 2020

neve

No inverno, para muitos, é tempo de rumar às estâncias de esqui para aproveitar a neve. No entanto, é preciso ter em conta que as condições das estradas requerem cuidados específicos.

Aqui lhe deixamos alguns conselhos sobre o que deve ter em atenção antes de sair em direção à montanha, para não se esquecer de nada, nem correr riscos desnecessários.

Quem gosta de desportos de inverno já sabe, a lista de material a levar é longa e, por vezes, difícil de acomodar: pranchas de snowboard, esquis, bastões, capacetes, botas… é preciso levar tudo, de forma segura e confortável.

Suportes para o equipamento de neve

Primeiro deve escolher o suporte mais adequado. Pode ser instalado no tejadilho, magnético, com montagem em roda ou para gancho de reboque. Cada suporte será para uma necessidade diferente. O magnético, por exemplo, é uma boa solução para esquiadores ocasionais, pois é muito fácil de instalar, mas se optar por utilizá-lo, não é aconselhável ultrapassar os 90 km/h e este torna-se menos seguro em caso de acidente. O suporte de tecto e o de reboque são mais práticos para quem está acostumado a esquiar nas encostas. Se preferir o suporte montado no tejadilho, as pontas dos esquis devem estar viradas para trás.

Arrumação interior

neve

Claro que também pode transportar os esquis ou pranchas no interior, mas o banco traseiro terá de ser rebatido e o material deverá ir dentro da sua bolsa e ancorado ao veículo. Levar o material «à solta» pode representar perigo para os ocupantes, pois num acidente a 50km/h, um esqui de 5kg mal posicionado pesará 150kg.

O resto dos equipamentos também devem ser bem colocados no porta-bagagens. Os itens mais pesados, tais como botas, devem ser colocados no meio e no fundo para evitar que se desloquem.

As peças mais leves, como capacetes e bastões, devem ser colocados por cima, mas nunca na parte superior da chapeleira, pois podem ser projetados em caso de travagem ou acidente.

Pneus de neve

correntes

São os mais recomendados para quando vai enfrentar a neve ou estradas que podem estar geladas e escorregadias. Caso seja um utilizador ocasional destas estradas, tem como alternativa as correntes de neve, que deverá colocar apenas em caso de necessidade. Não saia em direção à montanha sem as levar no porta-bagagens.

Mais espaço

A solução pode passar por uma bagageira de tejadilho. Por um lado, liberta espaço à bagageira, ao passar o material para o tejadilho do veículo. Devido à sua largura, pode levar o resto do material consigo, além dos esquis e pranchas. Tenha em conta que um perfil baixo altera menos a aerodinâmica do carro e, consequentemente, o consumo de combustível.

Condução na neve

neve

Todos estes elementos que adicione ao carro condicionam a condução. E por isso deve ser extremamente cuidadoso. Em primeiro lugar, antes de sair, é fundamental verificar se a pressão dos pneus é a correta para o nosso carro com peso. Em segundo lugar, devemos ter em conta que com o veículo carregado, o tempo de travagem aumenta, pelo que devemos deixar mais distância de segurança.

Por outro lado, com neve na estrada, é necessário tomar todas as precauções e antecipar situações de baixa aderência, tais como humidade ou gelo no asfalto. É muito importante ter o depósito cheio, já que em caso de avaria ou qualquer incidente, pode usar o aquecimento até que a assistência chegue. Conduza sem casaco, para ter a liberdade de movimentos ideal para poder reagir em qualquer circunstância.

Fotos: Pixabay.com e SEAT

--

Uma iniciativa da: